Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

São Bernardo leva clássico e se classifica na Copinha

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Zagueiro Marquinhos, do São Caetano, erra, chora ao ser substituído e vê seu time ser eliminado


Anderson Fattori

07/01/2018 | 07:00


O choro do zagueiro Marquinhos, do São Caetano, ao ser substituído ainda no primeiro tempo do clássico contra o São Bernardo, foi a prova do quão importante é a Copa São Paulo. Ele falhou feio logo no segundo minuto do jogo disputado ontem, no Estádio do Baetão, e proporcionou o primeiro dos três gols que decretou a vitória do Tigrinho por 3 a 0.

O resultado garantiu o São Bernardo na segunda fase, assim como o Ceará, que ontem fez 6 a 0 no Rio Branco-AC. As equipes estão empatadas com seis pontos e decidem na terça-feira a liderança da Chave 25. Já o São Caetano e o time do Acre, sem pontos após duas rodadas, estão eliminados.

O Baetão estava lotado para o clássico. O sistema de som anunciou 5.345 torcedores – a capacidade do estádio é de 6.315 pessoas. Evidentemente, a maioria era de são-bernardenses, mas os visitantes superlotaram a parte destinadas a eles. Por mais que houvesse gritos provocativos, a paz prevaleceu.

Em campo, o zagueiro Marquinhos, do São Caetano, parecia ter se impressionado com a atmosfera do clássico. Dormiu com a bola no pé dentro da área e foi desarmado por Joni. O atacante, na frente do goleiro Mathias, acertou a trave, mas, no rebote, a bola cruzada encontrou seus pés e, desta vez, ele não perdoou: 1 a 0.

O São Bernardo parecia um pugilista percebendo que o oponente sentiu o golpe. Não fosse Mathias, que fez quatro grandes defesas, a goleada teria sido construída nos primeiros dez minutos. Situação que obrigou o técnico Marquinhos Pitbull a trocar seu xará pelo também zagueiro Modesto. Assim que sentou no banco de reservas, Marquinhos foi às lágrimas e deve ter percebido a gravidade e a consequência do erro cometido. Após o jogo, ele preferiu não falar e o treinador assumiu a responsabilidade. “Se alguém tem alguma culpa sou eu”, minimizou Pitbull.

O São Caetano só entrou no jogo na parte final do primeiro tempo, quando conseguiu envolver o São Bernardo e no início da segunda etapa, com as mudanças promovidas por Pitbull. Quando parecia que o Azulinho empataria o jogo, William, de falta aos 21, e Yan, de cabeça aos 26, deram números finais ao duelo. “Conseguimos uma grande vitória sobre um grande adversário. O time está de parabéns”, comemorou o técnico do São Bernardo, Tiago Fernando.

SUSTO
O volante Micael, do São Bernardo, se chocou contra a cabeça de Renan, do São Caetano, e caiu desacordado, aos 30 minutos do segundo tempo. Os médicos prestaram os primeiros socorros e o jogador foi encaminhado para o hospital. “Ele teve pancada na região da órbita direita, perdeu a consciência no gramado, quadro que chamamos de concussão cerebral. Aos poucos foi acordando, sabia o nome dele, onde estava, queria até voltar a jogar, mas óbvio que não deixamos e levamos ele para o hospital onde será reavaliado e acompanhado”, explicou o médico Natan, do São Bernardo.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;