Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Água Santa volta a sorrir e a sonhar

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Time faz 3 a 0 no Juventus e vai definir vaga na 2ª fase da Copa São Paulo contra o Vasco


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

06/01/2018 | 07:00


O Água Santa deixou para trás a má impressão da estreia – quando empatou por 2 a 2 com o Espírito Santo – e venceu com autoridade e bom futebol o Juventus, por 3 a 0, ontem à tarde, no Inamar. Com o resultado, o Netuninho chegou a quatro pontos, na liderança do Grupo 26 da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

O time de Diadema acabou beneficiado pela igualdade por 1 a 1 entre Vasco e Espírito Santo, que deixou os cariocas com os mesmos quatro pontos (mas menor saldo de gols) e os capixabas com dois, na terceira colocação. O Moleque Travesso, após duas derrotas, está eliminado.
Agora, o Água Santa terá os vascaínos pela frente, segunda-feira, às 16h. Empate classifica o Netuninho e pode garantir também o cruz-maltino desde que o Espírito Santo não goleie (jogam às 14h) o Juventus – o Água Santa tem três gols de saldo, contra dois dos cariocas e zero dos capixabas.

Diferentemente daquilo que apresentou no jogo de estreia, o Água Santa – que jogou sob olhares do técnico do profissional, Jorginho – rodou a bola e deixou o jogo fluir. Envolvendo o Juventus, logo abriu o placar. Aos sete minutos, Tavison arriscou de fora da área, o goleiro espalmou e, no rebote, Richard fez 1 a 0.

O time da casa dominava as ações e teve chances de ampliar novamente com Tavison e Richard, mas Léo fez grande defesa. Aos 43, porém, o goleiro nada pôde fazer: após contra-ataque, Tavison recebeu na frente da área, ajeitou e bateu colocado no canto: 2 a 0.
Para a segunda etapa o Juventus mexeu para tentar ganhar mais poderio ofensivo. Porém, aos 15 minutos, após boa trama do ataque do Água Santa, Ramon saiu cara a cara com o goleiro e fez o terceiro.

O único pesar na festa azul e branca no Inamar foi a expulsão do zagueiro Henrique, no fim do jogo. Após falta e confusão, o defensor recebeu cartão amarelo, tentou chutar um rival e levou o segundo, ocasionando o vermelho.

Independentemente do fato, o técnico Antonio Carlos Papel tratou de exaltar a postura do Netuninho. “Hoje (ontem) entrou nosso ritmo, não só pelos gols, mas pelo encaixe da marcação, organização tática e transição ofensiva. Sabíamos que os laterais deles iriam subir, ficaria aberto para nós, foi onde aproveitamos para fazer os gols”, afirmou. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;