Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Justiça de São Paulo decreta falência da fazenda Boi Gordo



07/04/2004 | 00:53


A Justiça de São Paulo decretou nesta terça a falência da Fazendas Reunidas Boi Gordo, acusada, em 2001, de causar prejuízo de R$ 1,2 bilhão a cerca de 30 mil investidores. Eles aplicaram dinheiro em CICs (Contratos de Investimento Coletivo) para a engorda de bois nos quais a empresa garantia rendimento de 42% em 18 meses.

Na época, segundo especialistas, o negócio era muito arriscado porque o investidor não tinha controle sobre o que a Boi Gordo fazia ou até mesmo se tinha os animais no pasto. A pecuária rendia, em média, 15% ao ano.

O caso é considerado o maior processo desse tipo no Brasil e se arrasta desde outubro de 2001, quando a Boi Gordo entrou com pedido de concordata na Justiça de Comodoro, em Mato Grosso, apesar de ter sede no bairro de Higienópolis, em São Paulo.

No despacho, a juíza Márcia Cardoso, da 1ª Vara Cível, afirma que a companhia agiu como DTVM (Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários) ao colocar CICs no mercado. Dessa forma, a Boi Gordo estaria sujeita às regras do Banco Central e não poderia pedir concordata, mas somente a sua liquidação.

A juíza nomeou o advogado Gustavo Sauer Arruda Pinto para síndico da massa falida. Mas o advogado Marcelo Thiollier, da Global Brasil, que reúne o maior grupo de credores, de cerca de R$ 90 milhões, informou que vai recorrer. ''Somos o maior grupo de credores e a lei nos dá o direito de indicar o síndico'', explicou o advogado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;