Fechar
Publicidade

Sábado, 21 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Quem inventou o cinema?

Exibição de filmes deu seus primeiros passos como atração no meio de shows de circo e mágica


Luís Felipe Soares
Do Diário do Grande ABC

24/12/2017 | 07:00


Os irmãos franceses Auguste (1862-1954) e Louis Lumière (1864-1948) foram os responsáveis pelo desenvolvimento do cinematógrafo, máquina responsável por captar as imagens, revelar o filme utilizado para a captação e também usada para projetar o material em uma tela externa.

Seu trabalho, colocado em prática com a ajuda de uma manivela, é o embrião do sistema que funciona atualmente nas salas de complexos de cinema. A exibição de estreia pública do cinematógrafo foi realizada pelos Lumière em 28 de dezembro de 1895, no Salon Indien do Grand-Café de Paris, na França.

Os primeiros anos da nova linguagem foram marcados por ser uma atividade artesanal, ainda longe do prestígio no meio artístico. Seu desenvolvimento e apresentações ocorriam no meio de outras formas de diversão popular, a exemplos de circos e espetáculo de magia, entre outras atividades itinerantes. O fato do cinematógrafo ser portátil e fácil de se levar para diferentes lugares o deixaram muito popular em relação a outras máquinas parecidas também criadas na época, como o cinetoscópio, invenção do norte-americano Thomas Edison (1847-1931), este também criador da lâmpada elétrica.

Ao contrário dos títulos com cerca de duas horas de duração feitas nos dias de hoje, onde toda uma história se desenrola, os filmes iniciais eram compostos por uma única tomada. Até mesmo os nomes das produções resumiam o que seria mostrado nas exibições, com A Chegada do Trem na Estação de Ciotat e A Saída dos Operários da Fábrica Lumière aparecendo entre os mais conhecidos da época. Com o passar dos tempo, a evolução da linguagem encontrou formas diferentes e mais complexas para se narrar contos, ações e atividades. O cinema narrativo atual começou a ganhar forma a partir de 1914 por meio do diretor D.W. Griffith (1875-1948), dos Estados Unidos, que apostou em novidades como movimento de câmera, montagem paralela de fatos e a utilização de close nos atores (quando as cenas são focadas nos rostos dos personagens).

No Brasil, o cinema apareceu em 19 de junho de 1898, pelas mãos e máquina trazida ao País pelo italiano Affonso Segreto. Ele realizou filmagem na Baía da Guanabara, no Rio de Janeiro, com o material sendo considerado marco inicial da linguagem por aqui e exibido na primeira sala de cinema nacional, também localizada na cidade carioca. A data de 19 de junho é celebrada como Dia do Cinema Brasileiro.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados