Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Segurança reforçada no Natal

PMSBC/Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeitura de São São Bernardo projeta colocar mais 350 guardas civis nas principais vias


Yara Ferraz
Do Diário do Grande ABC

29/11/2017 | 07:00


 Com foco no aumento do movimento para as compras de Natal, São Bernardo iniciou ontem operação para reforçar a segurança nos centros comerciais. A expectativa é a de que cerca de 350 guardas civis possam engrossar as ações. Segundo estimativas, o fluxo de pessoas na Rua Marechal Deodoro e no entorno deve chegar a 100 mil pessoas aos sábados.

Demais centros comerciais também devem receber reforço, como os bairros Rudge Ramos, Taboão e Demarchi, além das avenidas Prestes Maia e Faria Lima e Rua Jurubatuba. Para a ampliação do patrulhamento, a Prefeitura calcula investir cerca de R$ 250 mil em horas extras com os guardas.

“Dependemos de quantos guardas civis vão querer participar, mas normalmente a adesão é muito alta. Nós temos o regime de trabalhar 12 (horas) e folgar 36, então dá para aumentar em um terço o efetivo, dependendo da adesão. Esperamos ter entre 30% a 40% a mais de efetivo nessa operação de Natal”, afirmou o prefeito Orlando Morando (PSDB).

Além de aumentar rondas e fiscalização a ambulantes e distribuir panfletos com orientações sobre cuidados que os compradores devem manter nas vias, seis bicicletas elétricas foram disponibilizadas gratuitamente pela Empresa Brasileira de Mobilidade Sustentável, por meio de parceria. A bateria, recarregável, tem autonomia estimada entre 30 a 60 quilômetros.

A parceria também foi feita com a Prefeitura de Santo André. Na cidade, as Operações Delegadas de Natal devem ser iniciadas em 1° de dezembro nos principais centros comerciais.

Conforme o diretor geral da empresa, fundada há pouco mais de um ano e com fábrica no bairro Anchieta, em São Bernardo, José Eugênio Pinheiro, há planos de trabalhar em mais cidades, mas não neste momento.

“Queremos nos aproximar mais da comunidade e priorizamos Santo André e São Bernardo, que são grandes cidades. A locomoção destes agentes vai ser facilitada, o que deve ajudar todo mundo.”

Na Marechal, durante todo o mês de dezembro, o comércio de rua deve ficar aberto até as 22h. Conforme o presidente da Acisbec (Associação Comercial e Industrial de São Bernardo), Valter Moura, a expectativa é que o movimento cresça de 7% a 8% no período, ao contrário do ano passado, que se manteve estável. São cerca de 200 estabelecimentos comerciais. “A principal preocupação é o furto, porque acaba sendo muito comum. O cidadão descuida e o bandido leva o que é de mais fácil acesso.”

Conforme o secretário de Segurança Urbana, Carlos Alberto dos Santos, na Marechal o número de guardas deve dobrar. “Normalmente temos de 15 a 20 GCMs trabalhando, número que vamos dobrar com o reforço no horário noturno e com as bikes. Temos uma base móvel, e a intenção é deixar três, além de todo o monitoramento. São seis câmeras só na Marechal (400 em toda a cidade), e normalmente um GCM monitora em torno de 20 a 30. Durante o período da operação, um guarda vai ficar responsável só por estas câmeras.”

A PM (Polícia Militar) afirmou que ainda não tem os números fechados de quantos policiais devem participar da Operação Natal Seguro, que está sendo planejada por cada batalhão. O porta-voz do CPA/M6 (Comando de Policiamento de Área Metropolitana Seis) Alexandre João Salomão afirmou que reforço em ações em centros comerciais e vias de acesso a shoppings já começaram a ser realizadas.

São Caetano e Ribeirão Pires informaram que ainda planejam ações para o período. As outras cidades não se posicionaram sobre o assunto.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;