Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

100 anos de Niemeyer


Gislaine Gutierre
Do Diário do Grande ABC

15/12/2007 | 07:00


Oscar Niemeyer completa neste sábado 100 anos de vida. O arquiteto carioca, criador de Brasília, do Copan, do Memorial da América Latina e de tantas outras obras majestosas, cheias de curvas e linhas improváveis, tem seu nome estampado em incontáveis homenagens rendidas ao longo deste 2007.

Neste sábado, abre no Museu de Arte Contemporânea da USP a mostra Coleção Niemeyer, com 47 desenhos originais produzidos em quatro momentos distintos – de 1963 a 1997. A curadoria é de Rodrigo Queiroz. Na ocasião, ainda será lançado o catálogo desse conjunto de desenhos.

No Memorial da América Latina, um grupo de artistas de várias gerações – entre eles Maria Bonomi, Ruy Ohtake, Alex Cerveny e Ângela Barbour – faz uma intervenção na galeria Marta Traba, que inaugura a mostra Oscar Niemeyer 100 Anos – Um Olhar Sobre o Artista.

Às 22h30, a TV Cultura exibe um documentário que mostra a face política deste comunista convicto e respeitado. Neste domingo, será a vez do canal a cabo Globonews exibir, às 23h, sua história dentro da série 100 Anos de Arquitetura.

Painel - As homenagens estão por toda a parte. No alto do edifício Copan, um enorme painel com rosas, criado por Paulo Von Poser, ostenta seus três dígitos de vida. Ficará no local até o final de janeiro.

Na 7ª BIA (Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo), uma sala só sua reúne desenhos dos projetos iniciais do conjunto de edificações do Parque do Ibirapuera (Bienal, Oca, Marquise e o novo auditório), que podem ser vistos até este domingo, na Fundação Bienal de São Paulo, no Parque Ibirapuera, das 12h às 22h, com ingressos a R$ 12.

Outra homenagem interessante é o roteiro Três Momentos de Oscar Niemeyer, publicado e distribuído pelo Museu da Casa Brasileira, que traz a apresentação do arquiteto catalão Josep Maria Botey e a observação de Ruth Verde Zein sobre cada momento paulistano das arquiteturas do mestre.

O material serve de apoio às visitas guiadas pelo circuito Niemeyer – as próximas serão nos dias 25, 26 e 27 de janeiro (tel.: 3032-2499). Oportunidade imperdível de ver ou rever de perto, e de graça, as obras deste genial brasileiro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;