Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 18 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Você é um líder motivador?


Cíntia Bortotto

27/11/2017 | 07:12


Sempre ouvimos falar que uma das características fundamentais de um bom líder é sua capacidade de motivar seus subordinados. Nos últimos anos, tivemos uma mudança drástica no perfil das novas gerações que hoje lideram o mundo do trabalho, assim como nos novos entrantes. Como motivar esses novos colaboradores? O que mudou no papel do líder?

Uma das teorias de motivação mais conhecidas é a chamada Teoria das Necessidades de Maslow, que de acordo com uma pirâmide em que elenca a hierarquia das necessidades humanas, o autor acabou levando à luz muitos líderes sobre o que pode motivar seu funcionário, como auto realização, estima, necessidades sociais, de segurança e básicas.

É sabido que quando as necessidades básicas ou de segurança do ser humano não são atendidas, o nível de insatisfação cresce. Assim, as pessoas precisam ter condições de trabalho que garantam que as necessidades básicas (abrigo, vestimenta, fome, sexo, sede, conforto) e de segurança (proteção, ordem, consciência dos perigos e riscos, senso de responsabilidade) sejam satisfeitas, e as demais aumentam o nível de satisfação e a vontade de pertencer que os funcionários têm.

Neste contexto, as estratégias da organização – como um todo – devem reforçar uma cultura de reconhecimento e de forte motivação. Ao líder, cabe o papel de personalizar o reconhecimento, identificando o que cada funcionário que reporta diretamente a ele gosta, prefere ou tem de necessidade, para ter mais satisfação, engajamento e motivação.

Elenco aqui algumas dicas:

1) Reconheça no dia a dia! Faça elogios e demonstre que seu funcionário está no caminho certo e fez um bom trabalho. É um reconhecimento que custa pouco, comove e cria vínculo.

2) Agradeça pelo que ele fez além do esperado! Este é o tipo de reconhecimento mais formal, onde funcionários que desempenharam acima e além das suas atribuições merecem. São prêmios para aqueles que entregaram conquistas significativas, ideias diferenciadas que trouxeram retorno para a empresa ou vendas muito acima das expectativas. Um aspecto importante é que o prêmio seja proporcional ao resultado. Não adianta achar que o benefício por um trabalho que gerou como resultado R$ 200 pode ser o mesmo que para um projeto diferenciado que gerou R$ 200 milhões. E quanto mais personificado o prêmio maior a sensação de reconhecimento para quem o recebe.

3) A carreira na empresa é importante! Reconhecimento pela carreira são os já conhecidos prêmios por tempo de serviço. Eles continuam sendo efetivos, pois são reconhecimentos formais e suscitam confiança e vínculo. Para melhorar a adaptação às necessidades imediatas da nova geração, a recomendação de especialistas é a de que o modelo atual seja revisto, para começar ainda no primeiro ano.

4) Faça a maior festa! Eventos de fim de ano, para abertura ou fechamento de algum projeto grande, aniversário da empresa, lançamento de um novo produto ou dia das secretárias motivam as pessoas. Eles reforçam a marca da empresa e agradecem a todos os integrantes de uma equipe, divisão ou, até mesmo, a organização inteira.

Motivação é um exercício constante. Você deve praticá-lo consigo mesmo, com personagens da sua vida pessoal. Desafiar as pessoas, reconhecer, elogiar deixa a vida mais leve e gostosa. É lógico que a vida não é só feita de elogios, os feedbacks construtivos devem ser dados para o desenvolvimento, mas a vida fica mais motivante quando o reconhecimento faz parte dela! Siga confiante e boa sorte! 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Você é um líder motivador?

Cíntia Bortotto

27/11/2017 | 07:12


Sempre ouvimos falar que uma das características fundamentais de um bom líder é sua capacidade de motivar seus subordinados. Nos últimos anos, tivemos uma mudança drástica no perfil das novas gerações que hoje lideram o mundo do trabalho, assim como nos novos entrantes. Como motivar esses novos colaboradores? O que mudou no papel do líder?

Uma das teorias de motivação mais conhecidas é a chamada Teoria das Necessidades de Maslow, que de acordo com uma pirâmide em que elenca a hierarquia das necessidades humanas, o autor acabou levando à luz muitos líderes sobre o que pode motivar seu funcionário, como auto realização, estima, necessidades sociais, de segurança e básicas.

É sabido que quando as necessidades básicas ou de segurança do ser humano não são atendidas, o nível de insatisfação cresce. Assim, as pessoas precisam ter condições de trabalho que garantam que as necessidades básicas (abrigo, vestimenta, fome, sexo, sede, conforto) e de segurança (proteção, ordem, consciência dos perigos e riscos, senso de responsabilidade) sejam satisfeitas, e as demais aumentam o nível de satisfação e a vontade de pertencer que os funcionários têm.

Neste contexto, as estratégias da organização – como um todo – devem reforçar uma cultura de reconhecimento e de forte motivação. Ao líder, cabe o papel de personalizar o reconhecimento, identificando o que cada funcionário que reporta diretamente a ele gosta, prefere ou tem de necessidade, para ter mais satisfação, engajamento e motivação.

Elenco aqui algumas dicas:

1) Reconheça no dia a dia! Faça elogios e demonstre que seu funcionário está no caminho certo e fez um bom trabalho. É um reconhecimento que custa pouco, comove e cria vínculo.

2) Agradeça pelo que ele fez além do esperado! Este é o tipo de reconhecimento mais formal, onde funcionários que desempenharam acima e além das suas atribuições merecem. São prêmios para aqueles que entregaram conquistas significativas, ideias diferenciadas que trouxeram retorno para a empresa ou vendas muito acima das expectativas. Um aspecto importante é que o prêmio seja proporcional ao resultado. Não adianta achar que o benefício por um trabalho que gerou como resultado R$ 200 pode ser o mesmo que para um projeto diferenciado que gerou R$ 200 milhões. E quanto mais personificado o prêmio maior a sensação de reconhecimento para quem o recebe.

3) A carreira na empresa é importante! Reconhecimento pela carreira são os já conhecidos prêmios por tempo de serviço. Eles continuam sendo efetivos, pois são reconhecimentos formais e suscitam confiança e vínculo. Para melhorar a adaptação às necessidades imediatas da nova geração, a recomendação de especialistas é a de que o modelo atual seja revisto, para começar ainda no primeiro ano.

4) Faça a maior festa! Eventos de fim de ano, para abertura ou fechamento de algum projeto grande, aniversário da empresa, lançamento de um novo produto ou dia das secretárias motivam as pessoas. Eles reforçam a marca da empresa e agradecem a todos os integrantes de uma equipe, divisão ou, até mesmo, a organização inteira.

Motivação é um exercício constante. Você deve praticá-lo consigo mesmo, com personagens da sua vida pessoal. Desafiar as pessoas, reconhecer, elogiar deixa a vida mais leve e gostosa. É lógico que a vida não é só feita de elogios, os feedbacks construtivos devem ser dados para o desenvolvimento, mas a vida fica mais motivante quando o reconhecimento faz parte dela! Siga confiante e boa sorte! 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;