Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Inter promete recorrer à Fifa contra anulação dos 11 jogos


Das Agências

02/12/2005 | 08:29


Depois de esgotar as possibilidades na Justiça Desportiva, o vice-presidente do Internacional, Vitório Píffero, disse quinta-feira que o clube gaúcho vai recorrer à Fifa contra a anulação dos 11 jogos pelo STJD. “Agora vamos, sim, buscar nossos direitos na Fifa. É o caminho e acreditamos que lá vamos reverter essa situação”, disse. E, se a Fifa não for suficiente, o Colorado promete ir à Côrte de Arbitragem do Esporte, na Suíça, e, se mesmo assim fracassar, então irá à Justiça Comum.

Uma primeira decisão só deve acontecer na semana que vem. Por isso, o assunto mais citado fora do campo acabou sendo a mala-preta para o Goiás vencer o Corinthians. O Inter escolheu o silêncio e as negativas para rebater a informação do diretor de Futebol do Goiás, Pedro Goulart, de que estaria oferecendo dinheiro por uma vitória sobre o alvinegro. Informado da declaração do cartola goiano, o presidente do clube gaúcho, Fernando Carvalho, limitou-se a negar veementemente qualquer incentivo financeiro aos adversários do líder do Campeonato Brasileiro.

Citado como o emissário que poderia negociar diretamente com o lateral Paulo Baier, o atacante Fernandão esquivou-se. “Estou por fora dessa situação”, disse, apesar de reconhecer que isto é uma realidade. “Quem está dentro do futebol e fala que nunca viu está sendo hipócrita”, dispara.

O certo é que a torcida promete comprar todos os 4,8 mil ingressos destinados a ela para o jogo contra o Coritiba, no domingo, na capital paranaense.


Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;