Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Após acesso, jogadores do Inter desabafam: 'Não fizemos mais do que a obrigação'



15/11/2017 | 00:26


Após o empate sem gols com o Oeste, nesta terça-feira, em Barueri (SP), que garantiu o acesso de volta à primeira divisão do Campeonato Brasileiro, os jogadores do Internacional desabafaram. Os líderes do elenco mostraram alívio e sentimento de dever cumprido.

"Sabíamos que seria um ano bem complicado. Eu particularmente tive um ano muito difícil, com lesões. Está todo mundo de parabéns e aliviado. O ano foi muito pesado. Vamos curtir o momento, mas não fizemos mais do que a nossa obrigação", analisou o goleiro Danilo Fernandes, capitão do time nesta terça-feira, na ausência de D´Alessandro.

O meia argentino inclusive fez questão de se concentrar com o elenco mesmo cumprindo suspensão e, ao final do jogo, também comentou a conquista, lembrando inclusive a importância do técnico Guto Ferreira, demitido após empate por 1 a 1 com o Vila Nova, no último sábado.

"Eu gostaria de ter jogado, isso demonstra que nosso grupo está fechado. Temos que reconhecer o trabalho do Guto (Ferreira) também e ficamos felizes. O torcedor tem que comemorar. O Inter é muito grande e esse acesso tem que ser comemorado com sua devida proporção, mas tem que ser comemorado", afirmou o camisa 10. Se ele tivesse participado desta partida histórica, completaria seu 400.º jogo com a camisa colorada.

Mas, de forma geral, a comemoração dos jogadores foi discreta. Não teve aquela vibração de quem atinge um grande objetivo. O time não vence há quatro rodadas e no último sábado perdeu Guto Ferreira, dispensado pela diretoria após o empate com o Vila Nova, em Porto Alegre. Por ironia do destino, no seu único jogo como técnico interino, o auxiliar Odair Hellmann conquistou o acesso.

Na verdade, a diretoria esperava pelo título inédito da Série B, mesmo tendo participado pela primeira vez nesta divisão. O Internacional chegou aos 65 pontos e garantiu o retorno à Série A em 2018, mas a conquista ficou ainda mais complicada. Como venceu o Juventude por 1 a 0 na rodada, o América-MG abriu quatro pontos de vantagem na liderança com apenas mais dois jogos pela frente.

O time gaúcho agora vai atuar fora contra o Goiás, neste sábado, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, e encerra a sua participação diante do Guarani no próximo dia 25, um sábado, no estádio Beira-Rio. O vice da Série B parece muito pouco para um clube tão tradicional como o Internacional, ainda mais sabendo que o Grêmio, seu maior rival, pode conquistar o título da Copa Libertadores. Está na final contra o Lanús, da Argentina.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;