Fechar
Publicidade

Domingo, 21 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Em Minas, Lula diz 'perdoar os golpistas'

Fotos Públicas Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


31/10/2017 | 08:59


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta segunda-feira, 30, em Belo Horizonte, que está "perdoando os golpistas", em referência aos políticos que apoiaram o processo de impeachment da presidente cassada Dilma Rousseff no ano passado.

"Toda as vezes em que a direita nesse País resolveu usurpar o poder, a primeira coisa que fez foi destruir moralmente seus adversários. Foi assim com Getúlio (Vargas), depois com Juscelino Kubitschek, depois com Jango (João Goulart). Sou mais paciente que Getúlio e João Goulart e talvez mais que JK, que tentaram tirar três vezes e ele sempre perdoou. Estou perdoando os golpistas desse País", afirmou o ex-presidente, em ato na Praça da Estação, na região central da capital mineira, durante o encerramento da caravana que percorreu 20 cidades do Estado.

Condenado pelo juiz federal Sérgio Moro, Lula disse ainda não saber se terá condições de disputar a eleição presidencial do ano que vem. O petista discursou ao lado de Dilma e do governador de Minas, Fernando Pimentel (PT), que foi vaiado durante o ato.

Lula afirmou ainda que uma das eleições vencidas pelo PT foi contra "um filhinho de papai aqui de Belo Horizonte", disse em alusão ao senador Aécio Neves (PSDB), que governou o Estado por dois mandatos e foi derrotado por Dilma em 2014.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Em Minas, Lula diz 'perdoar os golpistas'


31/10/2017 | 08:59


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta segunda-feira, 30, em Belo Horizonte, que está "perdoando os golpistas", em referência aos políticos que apoiaram o processo de impeachment da presidente cassada Dilma Rousseff no ano passado.

"Toda as vezes em que a direita nesse País resolveu usurpar o poder, a primeira coisa que fez foi destruir moralmente seus adversários. Foi assim com Getúlio (Vargas), depois com Juscelino Kubitschek, depois com Jango (João Goulart). Sou mais paciente que Getúlio e João Goulart e talvez mais que JK, que tentaram tirar três vezes e ele sempre perdoou. Estou perdoando os golpistas desse País", afirmou o ex-presidente, em ato na Praça da Estação, na região central da capital mineira, durante o encerramento da caravana que percorreu 20 cidades do Estado.

Condenado pelo juiz federal Sérgio Moro, Lula disse ainda não saber se terá condições de disputar a eleição presidencial do ano que vem. O petista discursou ao lado de Dilma e do governador de Minas, Fernando Pimentel (PT), que foi vaiado durante o ato.

Lula afirmou ainda que uma das eleições vencidas pelo PT foi contra "um filhinho de papai aqui de Belo Horizonte", disse em alusão ao senador Aécio Neves (PSDB), que governou o Estado por dois mandatos e foi derrotado por Dilma em 2014.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;