Fechar
Publicidade

Sábado, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Em alta, Palmeiras faz confronto direto contra o Grêmio na luta pelo título

Agência Palmeiras/Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


22/10/2017 | 09:30


Dois dos perseguidores do Corinthians - Grêmio e Palmeiras - têm neste domingo a chance de pressionar o líder Corinthians, que joga nesta segunda-feira fora de casa contra o Botafogo, o que representará manter aberta a briga pelo título do Campeonato Brasileiro. Gremistas e palmeirenses fazem um confronto direto, às 17 horas, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, pela 30.ª rodada. Faltando oito rodadas, os rivais corintianos podem voltar - simbolicamente - ao Brasileirão.

O Palmeiras está em ascensão, com viés de alta em suas ações. Após duas vitórias consecutivas, superou a saída do técnico Cuca sem traumas. Os adversários (Atlético Goianiense e Ponte Preta) não representaram grandes obstáculos, pois apenas brigam para não cair. Mesmo assim, o time se firmou na briga para ficar entre os quatro primeiros e ainda sonha com o título. Atualmente está nove pontos atrás (59 a 50) do Corinthians.

Neste contexto, o jogo deste domingo é o primeiro grande teste para o interino Alberto Valentim. Prova de fogo para o seu esquema tático, baseado na movimentação constante dos ataques, mas que mostrou vulnerabilidade na marcação, principalmente nas laterais, e também para as peças que escolheu.

Depois de quatro assistências e um gol nestes dois jogos, Keno é a bola da vez. Está com moral. A referência na área deve ser Borja, substituto de Willian, que ficará três semanas fora. Após encerrar jejum de quatro meses sem marcar na vitória sobre a Ponte Preta, o colombiano pode conseguir a sequência que não teve com Cuca. Moisés e Dudu são a esperança de assistências e de lançamentos.

"A próxima final é contra o Grêmio. Não tem de pensar em Corinthians, Santos. O mais importante é fazer nosso papel jogo a jogo. Esperava-se mais do Palmeiras, mas é o que está acontecendo, uma crescente importante no momento em que campeonato está desenhando o que vai acontecer. O momento está sendo muito bom", disse o zagueiro Edu Dracena.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Em alta, Palmeiras faz confronto direto contra o Grêmio na luta pelo título


22/10/2017 | 09:30


Dois dos perseguidores do Corinthians - Grêmio e Palmeiras - têm neste domingo a chance de pressionar o líder Corinthians, que joga nesta segunda-feira fora de casa contra o Botafogo, o que representará manter aberta a briga pelo título do Campeonato Brasileiro. Gremistas e palmeirenses fazem um confronto direto, às 17 horas, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, pela 30.ª rodada. Faltando oito rodadas, os rivais corintianos podem voltar - simbolicamente - ao Brasileirão.

O Palmeiras está em ascensão, com viés de alta em suas ações. Após duas vitórias consecutivas, superou a saída do técnico Cuca sem traumas. Os adversários (Atlético Goianiense e Ponte Preta) não representaram grandes obstáculos, pois apenas brigam para não cair. Mesmo assim, o time se firmou na briga para ficar entre os quatro primeiros e ainda sonha com o título. Atualmente está nove pontos atrás (59 a 50) do Corinthians.

Neste contexto, o jogo deste domingo é o primeiro grande teste para o interino Alberto Valentim. Prova de fogo para o seu esquema tático, baseado na movimentação constante dos ataques, mas que mostrou vulnerabilidade na marcação, principalmente nas laterais, e também para as peças que escolheu.

Depois de quatro assistências e um gol nestes dois jogos, Keno é a bola da vez. Está com moral. A referência na área deve ser Borja, substituto de Willian, que ficará três semanas fora. Após encerrar jejum de quatro meses sem marcar na vitória sobre a Ponte Preta, o colombiano pode conseguir a sequência que não teve com Cuca. Moisés e Dudu são a esperança de assistências e de lançamentos.

"A próxima final é contra o Grêmio. Não tem de pensar em Corinthians, Santos. O mais importante é fazer nosso papel jogo a jogo. Esperava-se mais do Palmeiras, mas é o que está acontecendo, uma crescente importante no momento em que campeonato está desenhando o que vai acontecer. O momento está sendo muito bom", disse o zagueiro Edu Dracena.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;