Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 23 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Ex-baterista do Slipknot abre show do Megadeth em São Paulo

Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Após lutar contra doença neurológica, Joey Jordison fala ao Diário sobre seu novo trabalho


Vinícius Castelli

23/10/2017 | 07:00


De vida nova e encarando outros desafios, o baterista norte-americano Joey Jordison foca nos trabalhos junto ao grupo Vimic após sua saída da famosa banda Slipknot, nome que ajudou a fundar e da qual participou por 19 anos.

O motivo da saída, que ocorreu em 2013, foi por sofrer, à época, de doença neurológica chamada mielite transversa. Após três meses de hospital, muita luta, tratamento e fisioterapia, o artista garante estar pronto para seguir a vida e agora vem ao Brasil com o Vimic para show junto do Megadeth, dia 31, às 20h30, no Espaço das Américas (Rua Tagipuru, 795), em São Paulo. As entradas custam de R$ 120 a R$ 400 e podem ser compradas pelo site www.eventim.com.br.

“Estamos nos aprontado para a turnê, ensaiando constantemente”, diz o músico ao Diário. O Vimic mostra por aqui seu disco de estreia, Open Your Omen, cujo lançamento deve acontecer ainda este mês. Para o baterista, a melhor coisa do novo disco é que “as letras são abertas para o ouvinte para tirar suas próprias conclusões.”


Quando questionado sobre o que há de diferente na Vimic em relação ao Slipknot, ele diz que cada projeto é ímpar. “Todas as coisas refletem um lado diferente da minha personalidade e empreendimento como músico”, diz. O artista conta que a banda está tocando o disco inteiro quando o tempo permite.

Ansioso para conhecer Kiko Loureiro (guitarrista brasileiro que está no Megadeth) e pelo show, Jordison diz que teve algumas das suas apresentações mais memoráveis de todos os tempos no Brasil. “Seu País sempre nos fez sentir bem-vindos”, conclui.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ex-baterista do Slipknot abre show do Megadeth em São Paulo

Após lutar contra doença neurológica, Joey Jordison fala ao Diário sobre seu novo trabalho

Vinícius Castelli

23/10/2017 | 07:00


De vida nova e encarando outros desafios, o baterista norte-americano Joey Jordison foca nos trabalhos junto ao grupo Vimic após sua saída da famosa banda Slipknot, nome que ajudou a fundar e da qual participou por 19 anos.

O motivo da saída, que ocorreu em 2013, foi por sofrer, à época, de doença neurológica chamada mielite transversa. Após três meses de hospital, muita luta, tratamento e fisioterapia, o artista garante estar pronto para seguir a vida e agora vem ao Brasil com o Vimic para show junto do Megadeth, dia 31, às 20h30, no Espaço das Américas (Rua Tagipuru, 795), em São Paulo. As entradas custam de R$ 120 a R$ 400 e podem ser compradas pelo site www.eventim.com.br.

“Estamos nos aprontado para a turnê, ensaiando constantemente”, diz o músico ao Diário. O Vimic mostra por aqui seu disco de estreia, Open Your Omen, cujo lançamento deve acontecer ainda este mês. Para o baterista, a melhor coisa do novo disco é que “as letras são abertas para o ouvinte para tirar suas próprias conclusões.”


Quando questionado sobre o que há de diferente na Vimic em relação ao Slipknot, ele diz que cada projeto é ímpar. “Todas as coisas refletem um lado diferente da minha personalidade e empreendimento como músico”, diz. O artista conta que a banda está tocando o disco inteiro quando o tempo permite.

Ansioso para conhecer Kiko Loureiro (guitarrista brasileiro que está no Megadeth) e pelo show, Jordison diz que teve algumas das suas apresentações mais memoráveis de todos os tempos no Brasil. “Seu País sempre nos fez sentir bem-vindos”, conclui.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;