Fechar
Publicidade

Domingo, 24 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Livros & livros

Sagrada esperança, Renúncia impossível e Amanhecer...


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

18/09/2012 | 00:00


SAGRADA ESPERANÇA, RENÚNCIA IMPOSSÍVEL E AMANHECER

Trilogia poética de Agostinho Neto (União dos Escritores Angolanos). 2009. "Um pouco de memória de Angola" trazido pela professora andreense Maria Augusta Buesa.

Agostinho Neto (1922 - 1979) era médico. Se tornou o primeiro presidente de Angola (1975 a 1979). Ganhou o Prêmio Lenine da Paz. E pela poesia cantou a liberdade do seu País:

Contra o dilema de hoje
viver submisso ou perseguido
são os nossos dias de sacrifício
e audácia
pelo direito
de viver pensando viver agindo
livremente humanamente

Maria nos apresenta Agostinho Neto, o médico angolano que viveu Coimbra e Lisboa e liderou a independência do seu País. O milagre da internet nos leva a ele. Gente, acessem a obra de Agostinho Neto. É divina.

A BAILARINA ESPECIAL

De Aline Favaro Tomaz, com ilustrações de Clara Gavilan (Panda Books, 2012). A história, em linguagem para todas as idades, de uma bailarina especial: a única com síndrome de Down no mundo a dançar com sapatilhas de ponta.

A linda jovem da Vila Paulicéia, filha do jornalista João Tomaz e de dona Eleide, irmã do João Carlos, dedica o livro a todos eles e à sua babá, Marisa.Já na parte de oferecimento, Alice escreve: ‘Meus pés falam por mim em uma linguagem que o mundo inteiro compreende, o balé clássico'.

O livro é fascinante e cativante do começo ao fim e a síndrome de Down é apenas um dos ingredientes da obra. Alice fala do seu tempo, que é hoje, e que vai interessar a todas as jovens, numa linguagem familiar a elas: "Dentro da minha mochila preciso me lembrar de colocar o tutu - aquela saia rodada e transparente -, e o mais importante de tudo nesta história, minhas sapatilhas".

Quantas lições Alice Favaro Tomaz nos passa. Adquiriram este livro especial e ganhem: literatura pura de uma autora promissora e uma galeria de artes pela delicadeza dos traços de Clara Gavilan, coloridas e espalhadas em todas as páginas.

A PALAVRA EXATA 

Poemas, de Iracema M. Régis (Editora Futurama, 2012), com capa de Neli Maria Vieira.

Iracema e Aristides Theodoro não esquecem de Memória e nos mantém informados sobre cada novo lançamento poético e literário. É a mais pura produção da Mauá que se metropolitiza.

Iracema M. Régis escreve, "sem palavras"... A palavra exata que se escondeu do Aristides a que Dimas Macedo pensou detê-la é a ponta da meada no cestinho da vovó:(presa à agulha, puxamos o texto).

Claro, Memória recomenda sempre Iracema e Aristides, em especial às novas gerações. Para mostrar que a efervescente Mauá produz metalurgia, matéria-prima química, alimentos, marcenaria, gente boa e poesia contemporânea de real valor.

DIÁRIO HÁ 30 ANOS
Sábado, 18 de setembro de 1982 - Nº 5.009
Manchete - Israel invade a embaixada da URSS em Beirute
Mauá - Vazamento de ácido na firma Fosfanil.
Movimento estudantil - Cancelada a abertura do 4º Congresso da UEE (União Estadual dos Estudantes) em São Caetano. Trabalhos devem começar hoje.
Religiosidade - Congresso Estadual das Testemunhas de Jeová reúne 5.000 pessoas no Estádio Bruno Daniel.
Vôlei masculino - Brasil estréia no Mundialito, no Rio, com vitória sobre a França: 3 sets a 0. Quatro jogadores são da Pirelli - Santo André.
Crônica - Roterdan Cravo, pseudônimo do jornalista Fausto Polesi, editor-chefe e diretor de Redação do Diário: "Para vocês o retrato falado dos candidatos".

EM 18 DE SETEMBRO DE...
1967 - Fundado o Santo André FC, primeiro nome do EC Santo André.
1977 - Metalúrgicos de São Caetano aprovam ação popular pelos 34% extirpados dos seus salários.
- Atletismo do Sesi - Santo André conquista o 6º Troféu Brasil, considerada a principal competição da modalidade.

MUNICÍPIOS BRASILEIROS
Hoje é o aniversário de três cidades que, por certo, têm representantes no Grande ABC: de Minas Gerais, Aimorés; do Mato Grosso, Diamantino; da Bahia, Feira de Santana.

HOJE
Dia Nacional da TV, Dia dos Símbolos Nacionais e Dia do Perdão. Início da Semana Nacional de Trânsito.

Trabalhadores
409 - Manoel Peixoto V. Nova, 31. Natural de Salgado. Residente à Rua Três, 124. Operário da Superfosfato.
410 - José Rufino, 56. Natural de Vargem Grande. Residente no Sítio São José. Operário da J. B. Duarte.
411 - Olívio Roque, 26. Natural de Capivari. Residente à Rua Dois, 38. Operário da Rhodia.
412 - José Lino dos Santos, 30. Natural de Remanso. Residente à Rua das Papolas. Operário da Matarazzo.
Fonte - 2º livro geral de registro de associados do Sindicato dos Químicos do ABC. Ano: 1957. Presidente: Trajano José das Neves.

SANTOS DO DIA
José de Copertino, Metódio do Olimpo, Pânfilo, Ricarda e Sofia.
José de Cupertino. Italiano do Sul, franciscano e dotado de dons sobrenaturais. Morreu em 1663.
Fonte - Folhinha do Sagrado Coração de Jesus, Editora Vozes, 2012.
Ilustração - São Gonçalo, em imagem tipo ‘paulistinha'. Século 19. Barro cozido policromado.
Fontes - Museu de Arte Sacra de São Paulo; Andréa Maria Zabrieszach Afonso dos Santos, museóloga; foto: Iran Monteiro. Contatos: 3326-1373; 5393-3336; mas@museuartesacra.sp.gov.br.

FALECIMENTOS

SANTO ANDRÉ
Alcidio Pereira, 80. Natural de Portugal. Dia 15, em São Bernardo. Cemitério Cristo Redentor, em Vila Pires.
Salvina Mendes Marques, 61. Natural de Barra Longa (MG). Dia 15, em São Bernardo. Memorial Phoenix.

SÃO BERNARDO
Natsu Kuwae Ganiko, 95. Natural do Japão. Dia 16. Cemitério da Quarta Parada, na Capital.
Mioco Sampei, 92. Natural de Santo Anastácio (SP). Dia 14. Cemitério de Vila Euclides. 
Almilina Ferreira da Silva, 85. Natural de Boa Nova (BA). Dia 14. Cemitério dos Casa.
Terezinha de Melo Cordeiro, 84. Natural de Curvelo (MG). Dia 14. Cemitério de Santo Amaro, na Capital.
Luiza Irineu de Morais, 81. Natural da Bahia. Dia 14. Cemitério os Casa. 
Roberto Passere, 77. Natural de Sales de Oliveira (SP). Dia 14. Cemitério São Pedro, em Vila Alpina, Capital. 
Anésio de Carvalho Ramos, 75. Natural de Agudos (SP). Dia 16. Cemitério da Paulicéia.
Ernestino Pereira de Almeida, 72. Natural de Maracás (BA). Dia 16. Cemitério dos Casa.
Antonio Brenuvida, 66. Natural de São Bernardo. Dia 15. Jardim da Colina.

SÃO CAETANO
(Cemitério das Lágrimas)
Mauro Frias Campos, 88. Natural de Campinas (SP). Dia 9.
Mario Marsan, 83. Nastural de Piracicaba (SP). Dia 14.
Maria Vucci Manfreda, 81. Natural da Itália. Dia 11.
Sérgio Napoli, 71. Natural de São Paulo (SP). Dia 9. 
Valter Alves de Oliveira, 52. Natural de São Caetano. Dia 5.
Michel Maviel de Torres, 28. Natural de São Caetano. Dia 7.
Robson Santos de Souza, 20. Natural de São Caetano. Dia 15.

MAUÁ
Leonilde de Encarnação Dias, 88. Natural de Portugal. Dia 16, em São Bernardo. Vale dos Pinheirais.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;