Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 21 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Sem Doria, corrida ao Estado fica indefinida

Leon Rodrigues / Divulgação Prefeitura de São Paulo  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeito de SP é o único favorito na preferência dos eleitores da região ao governo paulista


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

07/10/2017 | 07:35


A corrida eleitoral para o governo do Estado, pelo menos para o eleitor de quatro das sete cidades do Grande ABC, tem apenas um favorito: o prefeito da Capital, João Doria (PSDB). O tucano aparece disparado na liderança no cenário estimulado feito pelo Instituto Paraná Pesquisas em Santo André, São Bernardo, São Caetano e Diadema. Sem Doria – outros dois cenários foram mensurados –, o pleito se apresenta indefinido.

Doria lidera com folga em seu estrato – tem 46,3% de citações em Santo André, 45% em São Bernardo, 54,7% em São Caetano e 38,8% em Diadema. A segunda colocação se reveza entre o presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), Paulo Skaf (PMDB), e o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT).

No cenário em que o candidato tucano é o senador José Serra, o ex-prefeito e ex-governador do Estado surge no topo das intenções de voto, mas vendo os concorrentes mais próximos. Em Santo André, Serra tem 27,4% da preferência contra 20,9% de Skaf; em São Bernardo, o tucano possui 24,1% contra 18,8% de Skaf; em São Caetano, o senador paulista chega a 26,1% contra 19,2% do empresário.; e em Diadema, Serra (20,6%) duela com Haddad (15,4%).

O terceiro prisma conta com o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, como nome do PSDB ao Palácio dos Bandeirantes. O tucano surge na liderança em sua cidade – 33,6% das intenções de voto contra 17% de Skaf e 15,8% de Haddad. Morando ainda aparece na segunda colocação em São Caetano (com 12,9%, empatado com Haddad e atrás de Skaf, que tem 20,4%) e em Diadema (12,3%, atrás de Haddad, com 16,9%).

“Doria é o único favorito na disputa em São Paulo. Ele não sendo candidato, a eleição está completamente aberta”, avaliou o diretor do Instituto Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo.

Chama atenção o baixo recall eleitoral do vice-governador Márcio França (PSB), que deve assumir o Executivo paulista até abril e concorrer ao cargo de governador definitivamente. O percentual do socialista varia de 2% em São Caetano a 6,2% em Santo André.

O Instituto Paraná Pesquisas colocou exclusivamente Haddad como candidato do PT, embora a legenda trabalhe com o nome do ex-prefeito de São Bernardo Luiz Marinho para a corrida eleitoral. Ao todo, 2.730 pessoas foram ouvidas em Santo André, São Bernardo, São Caetano e Diadema. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;