Cena Política Titulo
De olho no pote de mel

Todo mundo quer pegar carona na popularidade do prefeito eleito de São Caetano, Paulo Pinheiro (PMDB).

Por Do Diário do Grande ABC
04/12/2012 | 00:00
Compartilhar notícia


Todo mundo quer pegar carona na popularidade do prefeito eleito de São Caetano, Paulo Pinheiro (PMDB). Até o gabinete que o vereador vai deixar na Câmara é objeto de desejo de alguns colegas. Na reunião em que foi realizado o sorteio dos escritórios dos 19 parlamentares que farão parte da próxima legislatura (2013 a 2016), José Roberto Espíndola Xavier (PMDB) propôs que o local ficasse para ele antes mesmo de tirar a sorte. Ideia prontamente rejeitada pelo também futuro vereador Eder Xavier (PCdoB). Destino lançado, o gabinete mais visitado da Câmara nos últimos meses ficará com Cidão do Sindicato (PDT). Não satisfeito em perder a oportunidade, doutor Xavier continuou em busca do objetivo. Cogitou trocar de lugar com o pedetista, condição aceita pelos demais parlamentares, com a condição de acordo apenas entre os dois. Mas parece que Cidão gostou de ter ficado com o gabinete de Pinheiro. "Trocar para quê? Coisa estranha", reagiu. O fato é que os vereadores estão interessados em pegar um pouquinho do açúcar do gabinete do peemedebista que virou prefeito. Afinal, vale qualquer coisa para subir os difíceis degraus da política regional.

Mais um

O TCE (Tribunal de Contas do Estado) julgou irregular mais um contrato da gestão Leonel Damo em Mauá (2005 a 2008). Desta vez, no valor de R$ 3,4 milhões, com a SS Silveira e Silveira, firmado no último ano do mandato do então prefeito para compra de materiais de higiene e de limpeza na área da Saúde - foram apontados preços acima dos praticados no mercado. Além de Damo, quatro secretários foram multados em 500 Ufesps (R$ 9.220).

Me liga

O deputado estadual José Bittencourt, coordenador regional do PSD, enviou ofício ao líder do partido na Região Metropolitana, José Police Neto, para ficar a par da situação de ser cargo na legenda. Ele cobra ao menos um telefonema do correligionário. Segundo Bittencourt, a imprensa tem noticiado que haverá mudanças no comando da agremiação no Grande ABC, mas que não houve qualquer contato com ele até agora. Dizendo-se entristecido, o deputado cita que o partido já vive disputa interna pelo poder, com menos de dois anos de fundação. E cutuca Police Neto ao comentar os resultados eleitorais no Grande ABC. "Nosso partido alcançou resultados significativos, onde nos aliamos aos candidatos majoritários que foram eleitos em Santo André e São Bernardo e só não fomos bem sucedidos em Ribeirão Pires porque vossa excelência não avalizou o apoio ao prefeito eleito, Saulo Benevides (PMDB), que eu havia articulado." Bittencourt finaliza dizendo que está à disposição para o diálogo, ressaltando que não reivindica a permanência na coordenadoria regional.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;