Fechar
Publicidade

Domingo, 5 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Aplicativo do INSS visa desafogar atendimento


Flavia Kurotori
Especial para o Diário

15/09/2017 | 07:20


A espera média para atendimento nas agências do INSS (Instituto Nacional do Serviço Social) da região é de uma hora, podendo chegar a três, ou quatro. Com o objetivo de diminuir esse tempo, por meio do aplicativo ‘Meu INSS’ ou pelo site www.meuinss.gov.br o segurado pode consultar extrato previdenciário e histórico de crédito – que valem para fins legais, como abertura de contas em bancos e solicitação de crédito consignado –, além de agendar atendimento para dar entrada em benefício ou realizar perícia.

“A demanda é muito alta, assim como a espera. Quando o contribuinte agenda pelo Meu INSS, evita ter de pegar a senha e ficar aguardando”, aponta a gerente executiva do INSS em Santo André, Regina Célia Ponsoni Fiuza. Para se ter uma ideia, na região são realizados 3.060 atendimentos diários nas seis agências da Previdência, sendo que 70%, ou 2.142, não são agendados.

Caso de Denise, 42 anos, que estava acompanhando a mãe, Maria José Teixeira, 75, para solucionar pendências relacionadas ao crédito consignado. Elas aguardaram um pouco mais de três horas pelo atendimento e, quando chegou sua vez, o sistema havia ‘caído’, e elas teriam de voltar outro dia. As duas desconheciam o aplicativo, mas já tinham uma impressão. “Mesmo que a gente use, não sei se vamos conseguir achar tudo o que precisamos”, comenta Denise.

Um dos agravantes da demora é a falta de servidores, que somam 377 no Grande ABC, e o aplicativo surge como tentativa de desafogar o atendimento. O INSS, porém, afirma que a contratação depende da autorização do Ministério do Planejamento. Para driblar a falta de profissionais, o órgão atesta que acompanha a demanda em todas as agências do Estado e, conforme ela aumenta, os gestores readequam suas forças de trabalho. Segundo Regina, “enquanto outras ações (de contratação) não são tomadas, divulgamos as que facilitam a vida do contribuinte, como o aplicativo”. Questionada, a Pasta alega que “os concursos públicos nos órgãos do Poder Executivo Federal estão suspensos como medida de ajuste fiscal e, neste cenário restritivo, eventuais novas autorizações terão caráter de exceção e atenderão a situações emergenciais definidas segundo os critérios da administração”.

Vale ressaltar que, do total de servidores, 50% se dedicam a atender o público, com orientação e informações na entrada da agência. A outra metade atua internamente, como os peritos. Cada funcionário atende, em média, oito pessoas por dia.

DESAFIO x BENEFÍCIO - De seis segurados do INSS entrevistados pelo Diário, apenas um disse conhecer o aplicativo. Ele, no entanto, explicou que não o utiliza e que prefere fazer contato via telefone. Outros três afirmaram que não usariam o serviço e também preferem telefonar ou ir na agência.

Além de agendar perícias, também é possível consultar pelo Meu INSS o resultado, após às 21h do dia da realização. É importante destacar que quem recebeu a carta de revisão de benefício também pode utilizar o recurso.

Para acessar a plataforma digital é necessário que o segurado se cadastre no próprio site. Basta ter em mãos dados pessoais, número do PIS/NIS e cadastrar senha de nove dígitos com um numeral, letras maiúscula e minúscula e caracter especial. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;