Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Brasil fecha 2007 com quase 121 milhões de celulares


Luciele Velluto
Do Diário do Grande ABC

18/01/2008 | 07:04


O resultado de telefonia móvel em 2007 superou as expectativas do setor. No ano passado, o País ganhou 21 milhões de novas linhas de celular, o que fez o Brasil atingir 120.980.103 telefones em operação.

O crescimento é de 21,08% em relação a 2006, segundo os dados da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), o que faz de 2007 o ano de maior sucesso da telefonia móvel desde 1990, quando se iniciou as operações de celular no território brasileiro.

Do total de novas linhas, 80,66% são pré-pagos e 19,34% são pós-pagos.

O mês de dezembro foi o melhor da história do segmento de comunicação. No período foram habilitados 4,6 milhões de novas linhas, o que representa um incremento de 4,01% em relação a dezembro do ano anterior, superando também igual período de 2004, que apresentou o melhor resultado até então com 4,4 milhões de novos celulares.

Densidade - Com os dados consolidados de 2007, a proporção de linhas móveis para cada brasileiro chegou a 63,59 aparelhos em operação por pessoa.

Nesse quesito, a região de Salvador (DDD 71) lidera o ranking de densidade. Na capital baiana e seu entorno há 109,65 aparelhos em operação para cada habitante. Na seqüência segue o Distrito Federal (DDD 61), com 99,07, e a Grande Belo Horizonte (DDD 31), com 91,97.

Já a área paulista coberta pelo DDD 11 - que inclui a Capital e Grande ABC - a proporção é de 76,65 linhas em atividade para cada morador, ocupando a 11ª posição do ranking.

Na briga por mercado, a Vivo se mantém na liderança com 27,68% de participação. Em seguida vem a TIM, com 25,85% e a Claro, com 24,99%. Hoje, a tecnologia GSM opera em 78,46% dos aparelhos em funcionamento, com 94 milhões de celulares.


Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;