Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Polícia prende acusado de ser maníaco da moto

Procurado desde outubro, criminoso foi reconhecido por vítimas


Rafael Ribeiro
do Diário do Grande ABC

29/03/2012 | 07:00


Apontado como autor de pelo menos 15 estupros no Grande ABC e Zona Sul da Capital, o criminoso apelidado de Maníaco da Moto foi preso na noite de terça-feira por policiais civis do 1º DP (Centro) de São Bernardo. O motoboy Vagner Pacheco Rodrigues, 29 anos, foi reconhecido ontem por, pelo menos, seis vítimas e também é apontado como o autor de dois roubos à mão armada de postos de gasolina, um na região central da cidade e outro em Santo André.

Rodrigues vinha amendrondando a região desde outubro, quando cometeu o primeiro estupro. Praticou crimes em São Bernardo, São Caetano e Diadema. Após seu retrato falado ser divulgado, em dezembro, voltou a ganhar notoriedade no último mês, quando fez sua primeira vítima em Santo André. A polícia acredita que o número de ocorrências pode aumentar após a divulgação de sua foto.

Foram os vizinhos do motoboy no Jordanópolis que suspeitaram dele após ocorrência de abuso sexual no bairro e procuraram a polícia. Relataram que ele saía cedo e voltava somente na madrugada, mantendo janelas e cortinas fechadas e sempre usando capacete. A certeza veio após relatos de estupros vindos do Jardim Detroit, também em São Bernardo, onde seus pais moravam.

As duas vítimas desses bairros foram as primeiras a reconhecê-lo. "O reconhecimento foi feito de maneira muito clara. Uma das vítimas fez questão de olhar para o rosto dele durante o crime para se lembrar dos olhos", disse o delegado Victor Vasconcelos Lutti.

Após sua prisão, ele também foi reconhecido como o autor de dois roubos a postos de gasolina. Em ambos, estava armado e a pé. O motoboy negou todas as acusações, apesar das evidências e não quis fazer comentários. A arma usada nessas ocorrências ainda não foi encontrada pelos policiais.

A família de Rodrigues diz que ele vinha sofrendo de depressão, mas não buscou ajuda médica. Vivia isolado de todos desde que saiu da cadeia, onde cumpriu pena por receptação e furto. Em sua casa foram encontradas duas motos, uma amarela e outra azul. Para disfarçar o veículo, cobria a lataria com papel adesivo preto.

O motoboy ficará preso preventivamente por 30 dias no DP para reconhecimento de mais vítimas e conclusão das investigações. Alto e forte, Rodrigues intimidava suas vítimas com a violência. "É um sujeito de fala pastosa e comportamento duvidoso", disse Lutti. "Não tem nem o que falar da importância em tirar uma pessoa dessa das ruas", completou.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;