Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

No Itaquerão, líder Corinthians testa a sua força defensiva contra o Bahia

Agência Corinthians/Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Partida servirá como teste antes do confronto
direto diante do vice-líder Grêmio, neste domingo



22/06/2017 | 06:40


Líder do Campeonato Brasileiro, o Corinthians tem a defesa como ponto forte e os números mostram a eficiência do setor da equipe comandada pelo técnico Fábio Carille. Nesta quinta-feira, o time alvinegro encara o Bahia, às 19h30, no estádio Itaquerão, em São Paulo, pela nona rodada, em um bom teste antes do confronto direto diante do vice-líder Grêmio, neste domingo, em Porto Alegre.

O Corinthians, invicto há 21 jogos, tem um feito admirável em 2017. Em 37 jogos, contando os amistosos, a equipe não sofreu gol em 20 deles - 54% das partidas. No total, levou 21 gols. "Fico feliz pelos números e isso serve de motivação, pois mostram que estamos no caminho certo", comemorou o zagueiro Pablo, que nesta quarta-feira celebrou 26 anos.

A preocupação é que o excesso de confiança, e o fato do Grêmio estar próximo na tabela de classificação, possam atrapalhar a concentração da equipe. O time gaúcho também joga nesta quinta-feira - contra o Coritiba, às 21 horas, em Porto Alegre.

Embora o Bahia faça uma campanha irregular - o time de Salvador está com 10 pontos - a equipe comandada pelo técnico Jorginho começou a rodada como o time que mais arrisca chutes a gol entre os 20 participantes do Brasileirão. Até agora, o clube tricolor tem 52 finalizações - uma média de mais de 6 arremates a cada partida.

Em relação aos times, o meia Jadson volta ao Corinthians, após ser poupado contra o Coritiba no último domingo. Já no Bahia, Allione, Matheus Sales e Régis também estão de volta. O atacante colombiano Stiven Mendoza não poderá jogar, pois ainda tem contrato com o clube de Parque São Jorge.

"Tive uma lesão no joelho, uma tendinite. Já contra o São Paulo, sofri uma entorse que prejudicou o outro joelho, do lado direito. Vinha fazendo tratamento, mas neste último jogo, falei com o Carille que meu joelho estava doendo um pouco mais. Então, entramos em acordo para eu ficar fora do jogo", explicou Jadson, que deu entrevista coletiva nesta quarta-feira, no CT Joaquim Grava, na capital paulista.

Sem ter jogado no final de semana, o meia aproveitou o tempo para descansar os músculos e fortalecer o joelho. "Agora estou bem, confiante e até faltas eu treinei hoje (quarta-feira), algo que eu não fazia há tempos", destacou Jadson.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;