Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 13 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Onde estaria Tarcisio Secoli?


Raphael Rocha
do Diário do Grande ABC

17/06/2017 | 07:00


Prefeiturável do PT em São Bernardo em 2016, o ex-secretário de Serviços Urbanos Tarcisio Secoli resolveu, novamente, se recolher da política. São raros os eventos em que Tarcisio aparece – até mesmo em reuniões do PT de São Bernardo ou estadual, apesar de seu mentor político, o ex-prefeito Luiz Marinho, ter sido eleito presidente paulista do petismo. Até mesmo colegas de Sindicato dos Metalúrgicos do ABC dizem ver poucas vezes Tarcisio. Havia expectativa de que ele seria reintegrado ao quadro diretivo do sindicato, de onde emergiu politicamente, mas isso não se confirmou. Há quem diga que ele foi para a gerência da TVT, a TV dos trabalhadores, vinculada à entidade sindical.

Em obras, de novo

Mais uma vez a Câmara de Mauá passará por reformas. Menos de dez anos de sua inauguração, a estrutura da Casa apresenta falhas e o presidente do Legislativo, Admir Jacomussi (PRP), firmou contrato com a Acetec Construtora para reparo dos problemas internos. A empresa vai receber R$ 40.928,62 e foi admitida pela Casa em carta-convite. A sede já passou por outras reformas anteriormente, como conserto de vazamentos e melhorias no quadro de distribuição de energia elétrica.

Jetons

A Prefeitura de Mauá, administrada pelo prefeito Atila Jacomussi (PSB), decidiu acrescer em 20%, a título de gratificação, o salário de servidores que participarem de comissões mantidas pelo Executivo. Receberá bônus quem estiver nas comissões de sindicância, licitação, desenvolvimento, avaliação de bens móveis, recursos tributários e recursos de transporte.

Sem partido

Sem mandato de vereador e também sem conseguir se sobressair na eleição a prefeito de Rio Grande da Serra em 2016, o ex-parlamentar Cleson Alves de Sousa deve perder o comando do PMB, o Partido da Mulher Brasileira. Dirigentes nacionais iniciaram reformulação dos quadros partidários e, em Rio Grande, a mudança já começou.

Saída

Secretária de Educação no governo de William Dib (sem partido) em São Bernardo, Neide Felicidade pediu demissão da gestão do prefeito são-bernardense, Orlando Morando (PSDB). Desde o início do mandato do tucano, Neide Felicidade estava como consultora técnica da Secretaria de Educação, hoje chefiada por Suzana Dechechi.

Taxa do lixo

O DAE (Departamento de Água e Esgoto) de São Caetano contratou a Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) para análise do valor que pode ser cobrado com a taxa de lixo, que virá vinculada à tarifa de prestação de serviços de fornecimento de água e esgoto por parte do município.

Freio

Durante a negociação para o fim do G-12, bloco de oposição ao prefeito Lauro Michels (PV) na Câmara de Diadema, parte dos oposicionistas voltou a pedir espaço na Secretaria de Saúde, principalmente a contratação de uma OS (Organização de Saúde) específica. O governo tornou a rejeitar essa proposta. Por ora, o acordo envolve as Pastas de Transportes e Esportes. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Onde estaria Tarcisio Secoli?

Raphael Rocha
do Diário do Grande ABC

17/06/2017 | 07:00


Prefeiturável do PT em São Bernardo em 2016, o ex-secretário de Serviços Urbanos Tarcisio Secoli resolveu, novamente, se recolher da política. São raros os eventos em que Tarcisio aparece – até mesmo em reuniões do PT de São Bernardo ou estadual, apesar de seu mentor político, o ex-prefeito Luiz Marinho, ter sido eleito presidente paulista do petismo. Até mesmo colegas de Sindicato dos Metalúrgicos do ABC dizem ver poucas vezes Tarcisio. Havia expectativa de que ele seria reintegrado ao quadro diretivo do sindicato, de onde emergiu politicamente, mas isso não se confirmou. Há quem diga que ele foi para a gerência da TVT, a TV dos trabalhadores, vinculada à entidade sindical.

Em obras, de novo

Mais uma vez a Câmara de Mauá passará por reformas. Menos de dez anos de sua inauguração, a estrutura da Casa apresenta falhas e o presidente do Legislativo, Admir Jacomussi (PRP), firmou contrato com a Acetec Construtora para reparo dos problemas internos. A empresa vai receber R$ 40.928,62 e foi admitida pela Casa em carta-convite. A sede já passou por outras reformas anteriormente, como conserto de vazamentos e melhorias no quadro de distribuição de energia elétrica.

Jetons

A Prefeitura de Mauá, administrada pelo prefeito Atila Jacomussi (PSB), decidiu acrescer em 20%, a título de gratificação, o salário de servidores que participarem de comissões mantidas pelo Executivo. Receberá bônus quem estiver nas comissões de sindicância, licitação, desenvolvimento, avaliação de bens móveis, recursos tributários e recursos de transporte.

Sem partido

Sem mandato de vereador e também sem conseguir se sobressair na eleição a prefeito de Rio Grande da Serra em 2016, o ex-parlamentar Cleson Alves de Sousa deve perder o comando do PMB, o Partido da Mulher Brasileira. Dirigentes nacionais iniciaram reformulação dos quadros partidários e, em Rio Grande, a mudança já começou.

Saída

Secretária de Educação no governo de William Dib (sem partido) em São Bernardo, Neide Felicidade pediu demissão da gestão do prefeito são-bernardense, Orlando Morando (PSDB). Desde o início do mandato do tucano, Neide Felicidade estava como consultora técnica da Secretaria de Educação, hoje chefiada por Suzana Dechechi.

Taxa do lixo

O DAE (Departamento de Água e Esgoto) de São Caetano contratou a Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) para análise do valor que pode ser cobrado com a taxa de lixo, que virá vinculada à tarifa de prestação de serviços de fornecimento de água e esgoto por parte do município.

Freio

Durante a negociação para o fim do G-12, bloco de oposição ao prefeito Lauro Michels (PV) na Câmara de Diadema, parte dos oposicionistas voltou a pedir espaço na Secretaria de Saúde, principalmente a contratação de uma OS (Organização de Saúde) específica. O governo tornou a rejeitar essa proposta. Por ora, o acordo envolve as Pastas de Transportes e Esportes. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;