Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

dmais@dgabc.com.br | 4435-8396

Identidade por conta própria

Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Longe do One Direction, Harry Styles explora musicalidade em primeiro disco solo


Luís Felipe Soares

11/06/2017 | 07:10


A temporada longe do One Direction foi essencial para Harry Styles. Apontado como um dos mais talentosos integrantes da boy band, o britânico aproveitou a pausa – não há data definida para o retorno das atividades do grupo – para explorar seu potencial como artista e, principalmente, outras possibilidades em torno da música pop. Seus estudos e pesquisa individual estão refletidos no material apresentado no primeiro trabalho solo (Sony Music), revelado ao mundo no mês passado e disponibilizado em CD (R$ 32,90, em média) e em formato digital (R$ 18,99, em média, sendo possível adquirir as canções separadamente).

O foco em interpretar canções feitas de olho exclusivamente no público adolescente no tempo da banda é compreensível. Afinal de contas, o One Direction nasceu da efervescência de um programa televisivo onde o objetivo é encontrar talentos desconhecidos e as audições e etapas da atração reverberam na internet. O DNA do pop está nas entranhas do show, assim como também corre nas veias de Styles e seus parceiros.

Hoje, aos 23 anos, o rapaz conta com ideias que dificilmente entrariam no caminho do grupo. Entre suas influências, viaja por um pouco de rock (a exemplo do material de Only Angel e Kiwi) e folk (Meet Me in The Hallway), sem deixar o pop de lado, agora menos intenso. Ele desenvolve baladas e composições mais reflexivas, apresentando obra introspectiva e longe das trilhas sonoras de baladas.

''''Harry Styles'''' reúne total de dez faixas, todas com participação do britânico em sua elaboração em meio a parcerias. A impressão é a de que se sente realmente no controle de suas ações e utiliza essa liberdade para se expor na medida em que acha melhor. Parte dessa entrega é vista em Sign of The Times, primeiro single do álbum e aparecendo nas paradas de todo o mundo, com força maior no Reino Unido, sua terra natal. A canção é intensa ao fazer referências a momentos questionadores, seja em meio a relacionamentos ou apenas na busca por certos significados de nossa posição na vida. Styles já confessou se sentir emocionado quando canta a música, chegando a chorar em certas ocasiões. 

O teor e a sonoridade flertam com ideias que já passaram pela cabeça de David Bowie (1947-2016). Até mesmo o estilo do clipe parece chancelado pelo icônico artista em uma fase mais calma, com Styles voando no meio de montanhas, florestas e oceanos com roupa parecida com a usada pelo protagonista do livro O Pequeno Príncipe. O vídeo (www.youtube.com/HarryStylesVEVO) atualmente conta com mais de 45,94 milhões de views.

O cantor britânico mostra talento o bastante para ter uma estreia solo consolidada. Será difícil para os outros One Direction viverem com essa comparação. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;