Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

O centenário da União Operária e outros registros

Sociedade Beneficente União Operária de São Caetano do Sul


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

26/04/2009 | 00:00


Sociedade Beneficente União Operária de São Caetano do Sul. Edição comemorativa: 1907-2007. Pesquisa e texto: André Ciasca, Caroline Zeferino e Cristina Precioso, com apresentação de Zelindo Borelli, Clovis Antonio Esteves e Marcio Sergio Villas Boas. 206 págs. Anexo: CD.

Álbum luxuoso com a história da entidade e uma ilustração clássica: o quadro Os imigrantes, que foi pintado por Antonio Rocco em 1910 e hoje pertence ao acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo.

Traz uma documentação inédita da União Operária, como o primeiro livro de atas, e mostra o desenvolvimento da entidade ano a ano, divididos em blocos. Não se limita à história da União; procura situa-la no contexto de acontecimentos internos e externos de São Caetano, como a 2ª Guerra Mundial e o movimento autonomista local. Um livro para leitura e consultas permanentes, desde já incorporado ao acervo da coluna Memória.

TRECHO
"Até o momento de sua chegada ao Brasil, cada família do núcleo colonial (de São Caetano) tinha como terra natal sua província independente. Todavia, os percalços comuns os transformaram em filhos de uma única Itália, que nem chegaram a conhecer enquanto viveram em solo europeu."

Revista dos Bancários do ABC.
Edição especial: março de 2009. Autores: Maria Angélica Ferrasoli (responsável), Frédi Vasconcelos (edição); Fábio Munhoz, Juliana Satie e Roberta Alves (colaboradores), com prefácio de Maria Rita Serrano, presidenta do sindicato. 50 págs.

Focaliza a trajetória do Sindicato dos Bancários do ABC nos seus primeiros 50 anos: 1959-2009 e todo o contexto que envolveu a entidade no período, como a Guerra Fria, a Revolução Cubana, a bossa nova e o movimento sindical do Grande ABC.

Entre os entrevistados, Lincoln Grillo, o primeiro presidente, e Philadelpho Braz, líder metalúrgico e fonte permanente do movimento social brasileiro.

DEPOIMENTO
"Conseguimos parar os bancários do ABC de uma maneira espetacular. E quem dirigiu esta greve (1985) fomos nós, a Oposição Bancária" (Marcos Palácio, primeiro líder bancário oposicionista do Grande ABC).

50 anos da Comunidade Maria Imaculada (1959-2009).
Publicação da Comunidade Maria Imaculada ou Cidade dos Meninos, no Parque Novo Oratório, em Santo André. José Florisvaldo Binhardi (autor), frei Diogo Luís Futem (coordenador). Santo André: Prol Editora Gráfica. 64 págs.

A história de um ideal franciscano imaginado no fim da década de 1950 com o objetivo de cuidar do menino órfão e sem amparo. Mescla pesquisa (inclusive iconográfica) e entrevistas, difundindo para fora do bairro a decoração artístico-religiosa da capela e do santuário, que leva a assinatura do italiano Gianni Parziale. Seus murais foram tombados pela Prefeitura.

EFEMÉRIDE
Em 8 de dezembro de 1959, frei Pio Populin celebra a primeira missa na localidade, num salão da Rua América do Sul, 332, que existe até hoje.

Revista Primeiro de Maio FC: abril de 2009.
Focaliza o aniversário de Santo André e traz na capa uma foto aérea da cidade em 1928 e outra atual do Centro Cívico e edifícios no horizonte, esta de autoria de Júlio Bastos, da assessoria de imprensa da Prefeitura. Edição: Rosane Araújo, com editorial de Nilo Sergio Ortiz, presidente do Primeiro de Maio.

A coluna Memória está presente graças à exposição De João Ramalho a Adoniran Barbosa, a formação da Santo André Capital do Trabalho, que poderá ser vista até quinta-feira no clube.

A mostra reúne 52 fotografias antigas de Santo André publicadas pela coluna Memória nos últimos anos. Foram ampliadas pelo estúdio ABC Imagem, cujos diretores são fotógrafos que trabalharam no Diário e que, à época, reproduziram e fizeram o tratamento das imagens fotográficas agora expostas em tamanho gigante. Quem não viu, deve ver, mesmo não sendo associado do clube. Na portaria, procurar pela Rosane, na comunicação.

O Último Reflexo Depois do Pôr-do-Sol.
Livro de poemas com cara de crônicas ligeiras de dois jovens autores de Ribeirão Pires, Anaiá Sandra Zaleski e Eduardo Schmid Braga, este atuando ao lado de Marlene Sarabando na reorganização do Museu Municipal Família Pires. O prefácio é de Bel Pelegrino. 56 págs.

No total, 16 trabalhos de Anaiá, 18 do Eduardo e nove participações especiais.

TRECHO DA ANAIÁ
"Conjugue verbos, mas também cultue gírias; coma legumes e embriague-se de vez em quando; cumpra com seus compromissos. Honre sua palavra, e fuja das responsabilidades por breves momentos".
Eduardo ama Anaiá: "Minha Alma pertence ao Universo e o meu Universo é você".

DIÁRIO HÁ 30 ANOS
Quinta-feira, 26 de abril de 1979

Manchete - Novas adesões ampliam greve do funcionalismo.

Sindicalismo - Seis mil trabalhadores da Rhodia Têxtil, de Santo André, entraram em greve ontem por reajuste salarial de 30%.

Artigo - Eduardo Camargo: "Elimine-se a raiz dos males - inflação, má distribuição de renda, injustiças sociais - e não haverá, certamente, lugar para as greves".

Primeiro Plano - Júlio Pinheiro (Hermano Pini Filho): "Centro Comercial que o Unibanco constrói em São Bernardo já está saindo do alicerce. Bom sinal".

Rio Grande da Serra - Prefeitura programa os festejos do 15º aniversário da emancipação política, de 1º a 6 de maio.

São Caetano - O industrial Manoel Cardeñas Lucas, do ramo de artes gráficas, presidirá a comissão de festejos da cidade.

Ribeirão Pires - A Rua Estados Unidos passa a se chamar Rua Hugo Remigio Zampol e a Rua Nova York agora se chama Rua Fioravante Zampol.

Medicina & Literatura - Doutor Nestor Berilo Barbosa, de São Caetano, lança o livro Do Pediatra às Mães. O livro tornou-se um clássico. Aborda questões pontuais: criança doente, falta de apetite, xixi na cama, ciúme e medo, filho adotivo, educação no lar, educação sexual, entre outras, todas atualíssimas.

EM 26 DE ABRIL DE...
1913 - João Gava nasce no bairro dos Meninos, em São Bernardo. Descendente de imigrantes italianos radicados no núcleo colonial local. Morou em Diadema e no Centro de São Bernardo. Especializou-se em marcenaria, profissão da moda no seu tempo. Hoje vive em condomínio da Rodovia Índio Tibiriçá e, aos 96 anos, continua a trabalhar no seu ofício, aceitando encomendas diversas. É também memorialista e colaborador da coluna Memória.

ALMANAQUE
Edson Lazari
Nascimento: Santo André, 26 de abril de 1934.
Vereador: 1960 a 1963.
Partido: PSP

Radialista, foi uma espécie de porta-voz do governo do prefeito Pedro Dell'Antonia, de Santo André, na segunda metade da década de 1950. Sua voz está perpetuada num disco editado por Dell'Antonia em 1957 em que declama o Hino de Santo André.

SANTOS DO DIA
Anacleto, Clarêncio, Exuperância, Lucídio, Marcelino, Pascoal e Senhora do Bom Conselho.

Nossa Senhora do Bom Conselho é invocada desde a Idade Média. Seu afresco milagroso era venerado num santuário na Albânia.

Pascásio Radberto (ou Pascoal) viveu no século 9, na França. Deixou uma obra religiosa importante, sobre vários santos e sobre o parto de Maria.

HOJE
Dia do Engraxate, Dia do Goleiro, Dia do Sacerdote e Dia da Primeira Missa no Brasil.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;