Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 25 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Enfim encontraram Sebastião Ney Vaz


Raphael Rocha

01/06/2017 | 07:00


Demorou um mês e meio, mas, enfim, os integrantes da CPI do Lixo na Câmara de São Bernardo conseguiram encontrar Sebastião Ney Vaz Júnior (PT) para depor. Ney Vaz foi superintendente do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), mas chegou a atuar como secretário de Serviços Urbanos de São Bernardo na época em que o contrato com o Consórcio SBC Valorização foi assinado. O requerimento de sua convocação foi aprovado no dia 12 de abril. Desde então, a CPI não o achava. Presidente da comissão no Legislativo, Ary de Oliveira (PSDB) recebeu telefonema do petista, dizendo que estranhava o desencontro, uma vez que mora em Santo André. O depoimento foi marcado para o dia 7.

BASTIDORES

Defesa
O prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), defendeu publicamente que, caso o presidente da República, Michel Temer (PMDB), deixe o cargo e que haja eleições indiretas, os parlamentares de Brasília elejam o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), para dirigir o País interinamente até a eleição de 2018. Para o tucano, Alckmin é o nome certo para liderar o Brasil em momento de crises política e financeira.

Visita
Alvo de denúncias no setor de Habitação popular de Mauá, o vereador Severino do MSTU (Pros) esteve ontem no gabinete do prefeito Atila Jacomussi (PSB). Ninguém soube detalhar o assunto. Os dois tiveram entrevero no fim de semana, quando Severino liderou invasão nos apartamentos no conjunto Altos de Mauá, na Vila Feital, e criticou o governo de Atila.

Desta vez não
Consultado pelas lideranças políticas da cidade, o vice-prefeito de Diadema, Márcio da Farmácia (PV), avisou que não vai disputar eleição no ano que vem. Havia expectativa de que ele pudesse concorrer a uma cadeira de deputado federal, como fez em 2014. No núcleo duro do governo de Lauro Michels (PV), o nome dele é tratado para ser sucessor do atual prefeito em 2020.

Rusgas no PPS
Há rumores de que a direção estadual do PPS, liderada pelo deputado estadual Alex Manente, vá destituir o comando do PPS de São Bernardo, chefiado pelo vereador Julinho Fuzari. Populares-socialistas que acompanham os movimentos a distância acreditam que está próximo um rompimento entre as partes e que, se houver janela de transferência partidária, Julinho sairá da legenda com vistas à eleição de 2018.

Greve – 1
A negociação do acordo salarial da Prefeitura de São Bernardo com o Sindserv (Sindicato dos Servidores Públicos) entrou em impasse e a categoria ameaça entrar em greve. A proposta feita pelo sindicato reivindica reposição salarial de 4,69% em março, que é data base dos servidores, e aumento real de 2,8%. Já a contraproposta do Paço é de aumento de 5% em novembro.

Greve – 2
Para o presidente do Sindserv, José Rubem, não tem havido disposição de negociação por parte da Prefeitura. “Entendemos as dificuldades financeiras, mas precisamos conversar e isso não tem acontecido.” O governo de Orlando Morando (PSDB) informou que a proposta enviada ao Sindserv foi negada. Ainda segundo o Paço, está prevista para o próximo mês nova reunião sobre o tema. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Enfim encontraram Sebastião Ney Vaz

Raphael Rocha

01/06/2017 | 07:00


Demorou um mês e meio, mas, enfim, os integrantes da CPI do Lixo na Câmara de São Bernardo conseguiram encontrar Sebastião Ney Vaz Júnior (PT) para depor. Ney Vaz foi superintendente do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), mas chegou a atuar como secretário de Serviços Urbanos de São Bernardo na época em que o contrato com o Consórcio SBC Valorização foi assinado. O requerimento de sua convocação foi aprovado no dia 12 de abril. Desde então, a CPI não o achava. Presidente da comissão no Legislativo, Ary de Oliveira (PSDB) recebeu telefonema do petista, dizendo que estranhava o desencontro, uma vez que mora em Santo André. O depoimento foi marcado para o dia 7.

BASTIDORES

Defesa
O prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), defendeu publicamente que, caso o presidente da República, Michel Temer (PMDB), deixe o cargo e que haja eleições indiretas, os parlamentares de Brasília elejam o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), para dirigir o País interinamente até a eleição de 2018. Para o tucano, Alckmin é o nome certo para liderar o Brasil em momento de crises política e financeira.

Visita
Alvo de denúncias no setor de Habitação popular de Mauá, o vereador Severino do MSTU (Pros) esteve ontem no gabinete do prefeito Atila Jacomussi (PSB). Ninguém soube detalhar o assunto. Os dois tiveram entrevero no fim de semana, quando Severino liderou invasão nos apartamentos no conjunto Altos de Mauá, na Vila Feital, e criticou o governo de Atila.

Desta vez não
Consultado pelas lideranças políticas da cidade, o vice-prefeito de Diadema, Márcio da Farmácia (PV), avisou que não vai disputar eleição no ano que vem. Havia expectativa de que ele pudesse concorrer a uma cadeira de deputado federal, como fez em 2014. No núcleo duro do governo de Lauro Michels (PV), o nome dele é tratado para ser sucessor do atual prefeito em 2020.

Rusgas no PPS
Há rumores de que a direção estadual do PPS, liderada pelo deputado estadual Alex Manente, vá destituir o comando do PPS de São Bernardo, chefiado pelo vereador Julinho Fuzari. Populares-socialistas que acompanham os movimentos a distância acreditam que está próximo um rompimento entre as partes e que, se houver janela de transferência partidária, Julinho sairá da legenda com vistas à eleição de 2018.

Greve – 1
A negociação do acordo salarial da Prefeitura de São Bernardo com o Sindserv (Sindicato dos Servidores Públicos) entrou em impasse e a categoria ameaça entrar em greve. A proposta feita pelo sindicato reivindica reposição salarial de 4,69% em março, que é data base dos servidores, e aumento real de 2,8%. Já a contraproposta do Paço é de aumento de 5% em novembro.

Greve – 2
Para o presidente do Sindserv, José Rubem, não tem havido disposição de negociação por parte da Prefeitura. “Entendemos as dificuldades financeiras, mas precisamos conversar e isso não tem acontecido.” O governo de Orlando Morando (PSDB) informou que a proposta enviada ao Sindserv foi negada. Ainda segundo o Paço, está prevista para o próximo mês nova reunião sobre o tema. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;