Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Cidades antenadas a atrair investimentos


Wilson Marini

28/05/2017 | 17:55


 Representantes de 82 municípios paulistas participaram, semana passada, do encontro Investe São Paulo e Municípios Paulistas para a Competitividade, na Capital. O objetivo, segundo a agência Investe São Paulo, foi o de “capacitar os agentes de desenvolvimento local com as melhores práticas para a atração e retenção de investimentos”. Ermínio Lucci, diretor de gestão de projetos de investimento da Investe SP afirmou que a Investe SP trabalha para que os 645 municípios paulistas tenham oportunidade de concorrer por um investimento. “Nossa função é mostrar o potencial do Estado de São Paulo como um todo. Fazemos um trabalho muito técnico, para que o investidor escolha o município que melhor atende às necessidades de um empreendimento”, ressaltou. Maurício Juvenal, chefe de gabinete da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, destacou o papel dos municípios como entes que incrementam a competitividade do Estado. Com a sua ação, eles conseguem atrair novos investimentos para o Estado. A agência paulista já auxiliou 148 empresas a implementarem 172 projetos, que totalizam R$ 39,62 bilhões em investimento nos últimos anos no Estado.

 

Caminho das pedras

Na reunião, os participantes receberam informações sobre como trabalha a Investe SP para atrair novos investimentos ao Estado. Os agentes municipais foram municiados com informações sobre como podem aproveitar o suporte que a agência fornece às prefeituras. Também foram passadas instruções sobre as melhores práticas de atração de investimentos formuladas pelo Banco Mundial. As determinações do Banco Mundial são bastante úteis aos municípios, pois dão um passo a passo simples de ser seguido para aumentar a competitividade na atração de investimentos, ressaltou Sérgio Costa, diretor de desenvolvimento de negócios da agência. “São tarefas que as cidades devem realizar para tornarem-se mais atrativas aos olhos dos investidores”, disse. Um dos pontos a serem seguidos é manter informações atualizadas sobre os principais setores econômicos do município e região. “Assim fica mais fácil mostrar a um potencial investidor as vantagens de se instalar um empreendimento no local”, garantiu.

 

Crédito digital

O governo estadual vai ampliar e facilitar ainda mais o acesso ao crédito digital. O sistema utiliza a certificação digital E-CNPJ para autenticar eletronicamente a operação e integrar a consulta em diversos bancos de dados. A informação foi divulgada pela Desenvolve SP, instituição que financia o crescimento planejado das pequenas e médias empresas e municípios paulistas. Em oito anos de atuação, a agência atingiu a marca de R$ 2,4 bilhões em financiamentos para mais de 1.600 empresas e prefeituras em 270 cidades. As novas condições de financiamento são consideradas mais atrativas. A taxa de juros passa a ser de 1,18% ao mês, uma redução anual de mais de dois pontos percentuais. O prazo de pagamento será estendido de 24 para 36 meses, com carência aumentada para três meses, antes era de um mês. E o limite para o financiamento aumentou de até R$ 75 mil para R$ 200 mil.

 

Otimismo no Interior

A Fenasucro & Agrocana – Feira Internacional de Tecnologia Sucroenergética, em Sertãozinho, espera um aumento de quase 7% no volume de negócios, segundo A Cidade, de Ribeirão Preto, da Rede APJ (Associação Paulista de Jornais). O evento, voltado exclusivamente ao setor da cana-de-açúcar, será realizado entre os dias 22 e 25 de agosto e espera receber 35 mil visitantes e compradores vindos de mais de 40 países, que devem gerar R$ 3,1 bilhões em negócios. Em 2016, a feira alcançou R$ 2,9 bilhões. O gerente geral Paulo Montabone diz que o objetivo é fazer uma edição que marcará a história da feira. Mais de 1.000 marcas estarão presentes.

 

No Grande ABC

A Scania, montadora de São Bernardo, está abrindo cerca de 500 vagas na linha de montagem como consequência do aumento das exportações. A seleção dos metalúrgicos começou na quarta-feira. A montadora envia seus caminhões e ônibus a cerca de 30 países.

 

Idosos

A Assembleia Legislativa de São Paulo discutirá a criação do Cartão Estadual de Estacionamento para idosos com mais de 60 anos de idade. A população nessa faixa etária no Estado é de quase 3 milhões. “Cada prefeitura expede o documento para uso somente em seus limites administrativos. Quando há necessidade de o idoso ir a outra cidade, seja para uma consulta médica ou visitar os filhos, ele fica sujeito às regras de estacionamento daquele local”, explica o deputado Ramalho da Construção (PSDB), autor da proposta. Se for aprovado, o idoso terá o direito de estacionar em vagas especiais em todos os 645 municípios do Estado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;