Fechar
Publicidade

Sábado, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Telefônica diz que câmbio ajuda pela 1ª vez desde o 1º tri de 2015

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


11/05/2017 | 03:46


A valorização das moedas da América Latina, em especial do real brasileiro, ajudou os resultados da Telefônica no primeiro trimestre deste ano, conforme balanço da companhia divulgado há pouco. "Vale ressaltar o impacto positivo, que ocorre pela primeira vez desde o primeiro trimestre de 2015, das taxas de câmbio nas principais métricas financeiras neste trimestre, sustentado pela apreciação da maioria das moedas latino-americanas frente o euro, especialmente o real brasileiro", destacou a empresa em seu balanço sobre o primeiro trimestre do ano.

As receitas do grupo no País cresceram 1,6% de janeiro a março em termos orgânicos ante os mesmos meses do ano passado. Já os investimentos feitos no Brasil nesse período somaram 397 milhões de euros, o que representou uma queda - também em termos orgânicos - de 11% na comparação com o primeiro trimestre de 2016. De acordo com a companhia, os investimentos foram destinados, principalmente, à expansão da rede 4G, ao backbone IP (rede subterrânea) e à expansão da rede de fibra ótica. O fluxo de caixa operacional (OIBDA menos os investimentos) atingiu 707 milhões de euros no trimestre (+ 21,6%).

As despesas operacionais no Brasil foram de 2,102 bilhões de euros de janeiro a março, o que representou uma diminuição de 1,1%. Este é, de acordo com a companhia, o quinto trimestre consecutivo de redução, fruto de sinergias, de uma política comercial "mais racional" e o impacto positivo da regulação. Esses fatores, de acordo com a empresa, compensaram o impacto da inflação. (Célia Froufe, correspondente - celia.froufe@estadao.com)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;