Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Receita da Telefônica sobe 1,6% no 1º tri no Brasil



11/05/2017 | 03:42


O crescimento das receitas da Telefônica Brasil no primeiro trimestre do ano acelerou 1,6% na comparação com idêntico período de 2016 em bases orgânicas, de acordo com dados apresentados há pouco pela companhia espanhola, para 3,165 bilhões de euros. O fluxo de caixa operacional no País no período já descontados os investimentos apresentou alta de 21,6% e o lucro operacional antes de apreciação e amortização (OIBDA), de 7,5%.

"No primeiro trimestre de 2017, a Telefônica Brasil registrou uma aceleração nas receitas, impulsionada principalmente pelo desempenho positivo da receita de serviços móveis", destacou a empresa em seu balanço. De acordo com a operadora, esses serviços, juntamente com a redução das despesas operacionais (sinergias e medidas de eficiência), permitiram manter a "sólida expansão" das margens e o forte crescimento do fluxo de caixa operacional.

A companhia enfatizou que o resultado foi possível, apesar dos impactos regulatórios (-45,6% nas tarifas de terminação móvel, -17,7% no varejo fixo-móvel, -35,3% no fixo local e -50,9% no fixo interurbanos, todos a partir de 25 de fevereiro). Essas alterações, de acordo com a Telefônica, levaram a uma redução de 2,1 pontos porcentuais no crescimento das receitas de janeiro a março ante os mesmos meses do ano passado. Os acessos móveis cresceram 1% nessa comparação anual, com foco em clientes de maior valor e qualidade. Em relação aos acessos de banda larga no varejo, a soma foi de 7,4 milhões de euros no período, o que representou um aumento de 2% ante o primeiro trimestre de 2016. A companhia ressaltou o "forte aumento" dos acessos por cabo.

A elevação das receitas no primeiro trimestre na comparação com o quarto trimestre de 2016 foi de 1,1%. Conforme o balanço do grupo, a receita média mensal por usuário (tecnicamente chamada de ARPU) cresceu nos principais serviços, compensando o impacto regulamentar e as menores vendas de aparelhos. O ARPU é um dos indicadores da relação de crescimento e rentabilidade da empresa e é calculado dividindo-se a receita líquida de serviços pelo número médio de clientes (celulares). Além do Brasil, a Telefônica informou que houve melhora do ARPU também no país sede e na América Latina. (Célia Froufe, correspondente - celia.froufe@estadao.com)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;