Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 1 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Suzantur continua alvo de reclamações de usuários

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Daniel Macário
Do Diário do Grande ABC

30/04/2017 | 07:30


Prestes a completar na próxima semana sete meses de operação em Santo André, a Suzantur segue alvo de reclamações por parte de usuários do transporte coletivo. Passageiros que utilizam linhas de ônibus da Vila Luzita intensificaram nas últimas semanas reclamações contra os serviços oferecidos pela viação.

A empresa, que no início mês passado encerrou seu contrato emergencial firmado com a Prefeitura de Santo André no ano passado, no momento tem operado na cidade a título precário, onde trabalha sem contrato, por portaria.

Dentre as principais reclamações está a frota insuficiente de articulados que fazem o trajeto da linha TR – 101, responsável pela ligação da região da Vila Luzita – Centro pelo corredor exclusivo da Avenida Capitão Mário Toledo de Camargo. “Para mim, particularmente, piorou. Antes, todos os ônibus da linha paravam nas estações da avenida. Agora tem ônibus que para e outros não, sem contar o fato de que os que fazem a parada são menores. Como tenho horário marcado para entrar no serviço é ruim ter de esperar o coletivo certo”, desabafa a atendente de telemarketing Josefa Amorim, 42 anos.

A frota antiga de veículos é outro ponto criticado por passageiros. “Do que adianta ter wi-fi se o ônibus é tão velho que chega a ser pior do que o da antiga empresa?”, questiona a doméstica Lourdes Ramos, 45.

Durante visitas ao Terminal da Vila Luzita nas últimas semanas, a equipe de reportagem do Diário encontrou coletivos que infringem a determinação da SATrans, a qual estabelece idade média de até 5 anos (máximo de 8 anos) para ônibus convencionais, micrões e micros, e 12 para articulados.

Na lista de ônibus que circulam de maneira precária estão veículos com placas DTB 1659 (fabricação 2006/2007) e LSJ 2979 (fabricado em 2009). Outros sete coletivos estão próximos de atingir a idade máxima de circulação. São eles: CUE 2391, CUE 2375, CUE 2338, CUE 2360, CUE 2362, CUE 2560 e CUE 2335.

A Prefeitura alega que a frota de veículos da Suzantur tem cumprido a determinação da SATrans e rodado pela cidade com idade média de 3,6 anos. No entanto, o Paço destacou que a viação já foi alvo de 32 reclamações no período. Atualmente, a empresa vem colocando nas ruas 82 veículos, sendo três micro-ônibus, 47 micrões, nove convencionais, 10 padrões e 13 articulados.

Criticada por parte de usuários, a Suzantur tem operado 15 linhas de ônibus na região da Vila Luzita desde outubro do ano passado, após a Expresso Guarará, até então controladora da área, entrar com pedido de falência. À época, o processo foi alvo de ações judiciais por ocorrer em meio ao andamento da eleição. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;