Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Ecovias faz proposta para rodoanel, mas Estado rejeita


Valéria Cabrera
Do Diário do Grande ABC

22/10/2004 | 09:04


A Secretaria Estadual dos Transportes não aceitou a proposta entregue pela Ecovias para a construção de uma parte do trecho Sul do Rodoanel. Isso porque os termos da proposta de construção da pista, a Ecovias incluía reivindicações de concessão. Além disso, as alças de acesso entre o Rodoanel e as vias Anchieta e Imigrantes não foram incluídas. A Ecovias foi convidada pelo governo do Estado a participar da obra, construindo um trecho de 6,3 km entre as rodovias sob sua concessão. Essa seria uma forma de agilizar a construção do trecho Sul, que passa por Santo André, São Bernardo e Mauá, prevista para começar no primeiro semestre do próximo ano.

A proposta, entregue na tarde desta quarta pelo presidente da concessionária, Marcelino Rafart de Seras, ao secretário estadual dos Transportes, Dario Rais Lopes, foi devolvida nesta quinta. O Estado quer que os assuntos sejam separados e que a construção das alças de acesso seja incluída. Entre as reivindicações de concessão que devem ser retiradas da proposta está a redução de impostos e o ressarcimento de valores gastos nas obras da segunda pista da Imigrantes, que não estavam previstos em contrato.

Segundo Seras, a empresa vai reavaliar a proposta e, em novembro, após as eleições, voltar a conversar com o Estado. Ele disse que é possível separar os assuntos, desde que as reivindicações de concessão sejam discutidas em outra ocasião. Quanto à inclusão das alças de acesso, Seras disse que a questão deve ser negociada entre as partes.

"O importante é que mostramos que estamos interessados em fazer a obra e que temos disponibilidade de iniciá-la no segundo semestre de 2005", afirmou Seras. A construção do trecho Sul será dividida em três etapas. A primeira será entre Mauá e a via Anchieta.

O aumento do tempo de concessão do sistema Anchieta/Imigrantes, que hoje é de 20 anos, também foi proposto pela Ecovias. Essa possibilidade já havia sido cogitada pela Secretaria Estadual dos Transportes. Segundo estudos preliminares da concessionária, esse aumento ficaria em torno de dez anos. O presidente da Ecovias disse que o aumento de pedágio no sistema Anchieta-Imigrantes acima dos índices já estipulados não consta da proposta. "Isso está descartado. Seria inviável", afirmou.

Prazo - A Secretaria Estadual dos Transportes informou nesta quinta que o edital de pré-qualificação do trecho Sul do Rodoanel deve sair somente em 15 dias, diferentemente do informado nesta quinta pelo governador Geraldo Alckmin durante visita a Diadema. Na ocasião, o governador disse ao Diário que o edital seria lançado na próxima semana.

O EIA-Rima (Estudo de Impacto Ambiental) já está em análise no Consema (Conselho Estadual de Meio Ambiente) e a partir do dia 25 a população poderá consultar o documento, das 10h às 17h, na Câmara de Santo André (praça IV Centenário, s/nº, Centro) e no Semasa (rua José Cabalero, 143, Centro). A audiência pública na região acontece no dia 20 de novembro, no Teatro Municipal de Santo André (mesmo endereço da Câmara), às 17h. A entrada é aberta a qualquer pessoa.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;