Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 19 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Elisângela faz melhor marca do continente

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Anderson Fattori
do Diário do Grande ABC

25/07/2011 | 07:00


Engana-se quem acha que Jogos Regionais são para amadores. Elisângela Adriano, um dos maiores nomes da história do atletismo brasileiro, mostrou que mesmo às vésperas de completar 39 anos, ainda é imbatível na América do Sul. No lançamento de disco da competição, a atleta do BM&FBovespa/São Caetano, surpreendeu e cravou novo recorde sul-americano com 62 metros. A marca anterior de 61,96 metros havia sido registrada por ela mesma em 1998, em Bogotá, na Colômbia.

Além da medalha de ouro para São Caetano, Elisângela conquistou o índice A da IAAF (Federação Internacional de Atletismo) que era justamente de 62 metros. Assim ele conseguiu vaga para disputar o seu 11º Mundial de Atletismo, que será realizado na cidade de Daegu, Coréia do Sul, de 27 de agosto a 4 de setembro.

A competição marcou o retorno de Elisângela Adriano ao Brasil, após clínica de um mês em Madri, na Espanha, com o técnico espanhol José Luiz Martinez. A lançadora usou o período para disputar alguns meetings, com os companheiros de clube Fernanda Borges e Ronald Julião, além de aperfeiçoar alguns detalhes de sua técnica. Ela foi segunda colocada em Bilbao, primeira em Segóvia, e novamente segunda em Leon .

"A Fernanda Borges teve desempenho um pouco melhor que o da Elisângela nas provas, mas as duas se equiparavam nos treinos. Ambas tiveram ótimo aproveitamento da clínica, e isso se refletiu nos Jogos Regionais de Santo André, tanto que a Fernanda, que ficou em segundo lugar (59,14 metros), ainda tem boas chances de alcançar o índice para o Mundial no Troféu Brasil", analisou o técnico João Paulo Alves da Cunha, ressaltando que Elisângela entrou na prova determinada a alcançar o índice. "Ela forçou o lançamento e acabou queimando a primeira tentativa. Mas fez ótimos lançamentos nas tentativas seguintes", completou.

Para se ter uma ideia da superioridade da dupla de São Caetano, a terceira colocada na prova, Jéssica Favero, de São Bernardo, lançou o disco a apenas 39,59 metros, ou seja, 22,41 a menos que a vencedora Elisângela Adriano.

 

VELOCIDADE - São Caetano dominou também a disputa dos 100 metros rasos, a prova mais glamurosa do atletismo. Entre os homens, Eric Jesus com 10s90 foi o vencedor, seguido por Antônio Rodrigues que registrou 10s92. No feminino, Lucimar Moura não deu chances às adversárias e venceu com 12s05 è frente de Rosemar Fortunato (12s07).

O atletismo dos Jogos Regionais terminou ontem e teve São Caetano como vencedor.

 

S.Caetano obtém dobradinha na disputa individual do judô

São Caetano ratificou o favoritismo no judô dos Jogos Regionais e fez barba, cabelo e bigode. Se no sábado a cidade já havia conquistado a primeira colocação por equipes no feminino, ontem, na despedida da modalidade, os judocas são-caetanenses voltaram ao lugar mais alto do pódio nas disputas individuais. As competições ocorreram na quadra da Associação dos Funcionários Públicos de Santo André.

A disputa entre os homens foi surpreendente. Santos, que havia vencido a competição por equipes, desta vez não mostrou bom rendimento e terminou apenas na terceira colocação. Além de ser ultrapassado por São Caetano, perdeu a vice-liderança para São Bernardo. Santo André acabou na quinta posição.

No feminino nada de anormal aconteceu. Com time recheado de judocas que integram a Seleção Brasileira, como Daniele Suzuki e Ednanci Silva, São Caetano faturou a primeira colocação. Santos terminou em segundo, São Bernardo em quarto e Santo André na quinta posição.

 

VÔLEI - O vôlei feminino de São Bernardo está na final dos Jogos Regionais. Representada pelo time do BMG, que disputa a Superliga, a cidade não encontrou nenhuma dificuldade pelo caminho até a decisão. Ontem, o grupo comando pelo técnico Zé Alexandre fez 3 sets a 0 sobre o rival Santo André (parciais de 25/18, 25/12 e 25/12). Agora o adversário será Cubatão, que ontem passou por São Vicente por 3 sets a 0. O local da partida não foi divulgado pela organização.

Zé Alexandre, que acumula função de chefe da delegação de São Bernardo, ressaltou a importância do confronto. "A cidade está precisando desse resultado positivo, pois briga diretamente com Santos pela liderança geral dos Jogos Regionais. Respeitamos o time de Cubatão, mas vamos para cima com o objetivo claro de vencer", comentou o treinador.

 

Ramalhão vence clássico quente contra Tigre

O time sub-18 do Santo André avançou às semifinais no futebol dos Jogos Regionais. Ontem, no Campo do EC Nacional (Cidade dos Meninos), os garotos do Ramalhinho venceram o clássico nervoso contra o São Bernardo (representado pelo Tigre), por 2 a 0, e hoje vão encarar Osasco, que foi beneficiado pelo sorteio e não jogou ontem.

A rivalidade deu o tom do confronto de ontem, com cinco jogadores expulsos (três do Santo André e dois do São Bernardo) e um pênalti desperdiçado pelo Tigre.

O Ramalhinho abriu o marcador no primeiro tempo. Na cobrança de escanteio, a bola foi desviada e o atacante Tardini, de cabeça, fez o gol.

Na segunda etapa, o Tigre - que não teve o técnico Paraná no banco de reservas (afastado pela diretoria) - voltou a campo disposto a conseguir o gol de empate. Mas, em contra-ataque rápido, Jefferson recebeu na área e fez o segundo do Santo André.

Depois disso, os nervos se sobressaíram e os cartões vermelhos começaram a aparecer. Além disso, no pênalti que teve a seu favor, o atacante Soares, do Tigre, cobrou mal e o goleiro do Santo André defendeu.

 

SÃO CAETANO - Beneficiado pelo sorteio, o Azulão assistiu de camarote a definição das vagas na semifinal dos Regionais. A equipe vai encarar o Guarujá, que de forma surpreendente eliminou Santos com goleada por 3 a 0.

O curioso é que as equipes já se enfrentaram na primeira fase. Na ocasião, o Azulão vencia por 1 a 0, mas permitiu o empate do time do Litoral.

Carlão, técnico do São Caetano, não se surpreendeu com o resultado e confessou que torcia para encarar o Santos. "O Guarujá é mais forte e experiente. Tem vários jogadores de 20 anos e por isso são aguerridos. Conhecemos o time deles da primeira fase e por isso temos de tomar cuidado", alertou.

O jogo está marcado para as 15h, no Estádio Pedro Benedetti, em Mauá.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Elisângela faz melhor marca do continente

Anderson Fattori
do Diário do Grande ABC

25/07/2011 | 07:00


Engana-se quem acha que Jogos Regionais são para amadores. Elisângela Adriano, um dos maiores nomes da história do atletismo brasileiro, mostrou que mesmo às vésperas de completar 39 anos, ainda é imbatível na América do Sul. No lançamento de disco da competição, a atleta do BM&FBovespa/São Caetano, surpreendeu e cravou novo recorde sul-americano com 62 metros. A marca anterior de 61,96 metros havia sido registrada por ela mesma em 1998, em Bogotá, na Colômbia.

Além da medalha de ouro para São Caetano, Elisângela conquistou o índice A da IAAF (Federação Internacional de Atletismo) que era justamente de 62 metros. Assim ele conseguiu vaga para disputar o seu 11º Mundial de Atletismo, que será realizado na cidade de Daegu, Coréia do Sul, de 27 de agosto a 4 de setembro.

A competição marcou o retorno de Elisângela Adriano ao Brasil, após clínica de um mês em Madri, na Espanha, com o técnico espanhol José Luiz Martinez. A lançadora usou o período para disputar alguns meetings, com os companheiros de clube Fernanda Borges e Ronald Julião, além de aperfeiçoar alguns detalhes de sua técnica. Ela foi segunda colocada em Bilbao, primeira em Segóvia, e novamente segunda em Leon .

"A Fernanda Borges teve desempenho um pouco melhor que o da Elisângela nas provas, mas as duas se equiparavam nos treinos. Ambas tiveram ótimo aproveitamento da clínica, e isso se refletiu nos Jogos Regionais de Santo André, tanto que a Fernanda, que ficou em segundo lugar (59,14 metros), ainda tem boas chances de alcançar o índice para o Mundial no Troféu Brasil", analisou o técnico João Paulo Alves da Cunha, ressaltando que Elisângela entrou na prova determinada a alcançar o índice. "Ela forçou o lançamento e acabou queimando a primeira tentativa. Mas fez ótimos lançamentos nas tentativas seguintes", completou.

Para se ter uma ideia da superioridade da dupla de São Caetano, a terceira colocada na prova, Jéssica Favero, de São Bernardo, lançou o disco a apenas 39,59 metros, ou seja, 22,41 a menos que a vencedora Elisângela Adriano.

 

VELOCIDADE - São Caetano dominou também a disputa dos 100 metros rasos, a prova mais glamurosa do atletismo. Entre os homens, Eric Jesus com 10s90 foi o vencedor, seguido por Antônio Rodrigues que registrou 10s92. No feminino, Lucimar Moura não deu chances às adversárias e venceu com 12s05 è frente de Rosemar Fortunato (12s07).

O atletismo dos Jogos Regionais terminou ontem e teve São Caetano como vencedor.

 

S.Caetano obtém dobradinha na disputa individual do judô

São Caetano ratificou o favoritismo no judô dos Jogos Regionais e fez barba, cabelo e bigode. Se no sábado a cidade já havia conquistado a primeira colocação por equipes no feminino, ontem, na despedida da modalidade, os judocas são-caetanenses voltaram ao lugar mais alto do pódio nas disputas individuais. As competições ocorreram na quadra da Associação dos Funcionários Públicos de Santo André.

A disputa entre os homens foi surpreendente. Santos, que havia vencido a competição por equipes, desta vez não mostrou bom rendimento e terminou apenas na terceira colocação. Além de ser ultrapassado por São Caetano, perdeu a vice-liderança para São Bernardo. Santo André acabou na quinta posição.

No feminino nada de anormal aconteceu. Com time recheado de judocas que integram a Seleção Brasileira, como Daniele Suzuki e Ednanci Silva, São Caetano faturou a primeira colocação. Santos terminou em segundo, São Bernardo em quarto e Santo André na quinta posição.

 

VÔLEI - O vôlei feminino de São Bernardo está na final dos Jogos Regionais. Representada pelo time do BMG, que disputa a Superliga, a cidade não encontrou nenhuma dificuldade pelo caminho até a decisão. Ontem, o grupo comando pelo técnico Zé Alexandre fez 3 sets a 0 sobre o rival Santo André (parciais de 25/18, 25/12 e 25/12). Agora o adversário será Cubatão, que ontem passou por São Vicente por 3 sets a 0. O local da partida não foi divulgado pela organização.

Zé Alexandre, que acumula função de chefe da delegação de São Bernardo, ressaltou a importância do confronto. "A cidade está precisando desse resultado positivo, pois briga diretamente com Santos pela liderança geral dos Jogos Regionais. Respeitamos o time de Cubatão, mas vamos para cima com o objetivo claro de vencer", comentou o treinador.

 

Ramalhão vence clássico quente contra Tigre

O time sub-18 do Santo André avançou às semifinais no futebol dos Jogos Regionais. Ontem, no Campo do EC Nacional (Cidade dos Meninos), os garotos do Ramalhinho venceram o clássico nervoso contra o São Bernardo (representado pelo Tigre), por 2 a 0, e hoje vão encarar Osasco, que foi beneficiado pelo sorteio e não jogou ontem.

A rivalidade deu o tom do confronto de ontem, com cinco jogadores expulsos (três do Santo André e dois do São Bernardo) e um pênalti desperdiçado pelo Tigre.

O Ramalhinho abriu o marcador no primeiro tempo. Na cobrança de escanteio, a bola foi desviada e o atacante Tardini, de cabeça, fez o gol.

Na segunda etapa, o Tigre - que não teve o técnico Paraná no banco de reservas (afastado pela diretoria) - voltou a campo disposto a conseguir o gol de empate. Mas, em contra-ataque rápido, Jefferson recebeu na área e fez o segundo do Santo André.

Depois disso, os nervos se sobressaíram e os cartões vermelhos começaram a aparecer. Além disso, no pênalti que teve a seu favor, o atacante Soares, do Tigre, cobrou mal e o goleiro do Santo André defendeu.

 

SÃO CAETANO - Beneficiado pelo sorteio, o Azulão assistiu de camarote a definição das vagas na semifinal dos Regionais. A equipe vai encarar o Guarujá, que de forma surpreendente eliminou Santos com goleada por 3 a 0.

O curioso é que as equipes já se enfrentaram na primeira fase. Na ocasião, o Azulão vencia por 1 a 0, mas permitiu o empate do time do Litoral.

Carlão, técnico do São Caetano, não se surpreendeu com o resultado e confessou que torcia para encarar o Santos. "O Guarujá é mais forte e experiente. Tem vários jogadores de 20 anos e por isso são aguerridos. Conhecemos o time deles da primeira fase e por isso temos de tomar cuidado", alertou.

O jogo está marcado para as 15h, no Estádio Pedro Benedetti, em Mauá.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;