Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 18 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Justiça exige que conselho do Sto.André analise contas


Nelson Cilo
Do Diário do Grande ABC

31/03/2006 | 08:06


Batalha sem fim. A 1ª Vara Cível do Município expediu na última quarta-feira um mandado de citação e de intimação para que o presidente do Conselho Deliberativo do Santo André, Luiz Antonio Lepori, convoque o órgão no prazo de cinco dias para analisar e votar o balanço da atual administração do clube relativo ao exercício de 2005. O documento é assinado pelo juiz Jairo Oliveira Júnior. A exigência consta dos autos do processo que o EC Santo André e a diretoria executiva movem contra a presidência do Conselho Deliberativo. O edital publicado esta sexta-feira convoca os conselheiros para a reunião ordinária prevista para o dia 5 de abril, às 20h, em primeira chamada, no Centro Poliesportivo Jaçatuba. Ou, às 20h30, em segunda chamada. Os itens da pauta prevêem discussão e aprovação das contas, além do relatório da diretoria, que deverá apresentar o parecer do Conselho de Orientação e Fiscalização (COF) referente ao ano passado.

"Fui citado e já mandei publicar o edital. Seria desnecessário que se chegasse a tanto (via judicial). Eu já havia solicitado anteriormente (ao COF) os documentos para que pudéssemos analisar e, se fosse o caso, aprovar o balanço. Nada recebi. Nada me responderam. O presidente do COF (Ariovaldo Wosnik) renunciou (em janeiro). Parece-me que a cadeira permanece vaga. O 1º vice deveria assumir. Não sei como ficou. Na última terça-feira, pedi que me enviassem os documentos. Na quarta (29), fui citado", lembra.

Chumbo trocado – Na última terça-feira, coincidentemente na véspera da citação e intimação de Lepori, o presidente do Conselho Deliberativo obteve uma tutela antecipada, que comprova, segundo a liminar, a inexistência de antigas taxas de mensalidades cobradas contra ele como sócio do Santo André. Os débitos estavam devidamente quitados e os recibos foram inseridos na petição encaminhada ao Tribunal de Justiça de São Paulo e distribuída à 6ª Câmara.

O desembargador José Antonio Encinas Manfré assinou o despacho manuscrito favorável a Lepori. Como cabe recurso, o presidente do Santo André, Jairo Livolis, espera que os advogados contratados pelo clube comprovem, segundo ele, a suposta inadimplência de Lepori. Houve a troca do número do título de sócio efetivo familiar. Como associado novo, ele não poderia, como prevê o estatuto, concorrer a cargos eletivos no Santo André. Lepori é um dos presidenciáveis nas eleições de novembro, a exemplo do vice-administrativo João Bosco Padovani e do vice de futebol Celso Luiz de Almeida. Agora, só resta esperar as cenas do próximo capítulo.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;