Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 10 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Projeto social ajuda idosos em S.Bernardo

Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Alunos da Faculdade de Tecnologia Termomecanica buscam implementar melhorias em ONG


Matheus Angioleto
Especial para o Diário

23/04/2017 | 07:00


Projeto que une alunos de diversos cursos da FTT (Faculdade de Tecnologia Termomecanica) busca, por meio de atuação conjunta, ajudar idosos da ONG Casa dos Velhinhos Dona Adelaide, em São Bernardo. Com o financiamento coletivo, o objetivo é motorizar cadeiras de rodas e implantar sistema de placas para aquecimento solar da sede.

Os 50 alunos envolvidos buscam quantia inicial de R$ 18 mil até 3 de junho para motorizar, inicialmente, duas cadeiras. A discussão a respeito da iniciativa começou no primeiro semestre de 2016, priorizando a relação humanística. Caso a quantia inicial não seja atingida, há possibilidade de prorrogar a arrecadação até junho. A previsão é implementar plano de trabalho até outubro.

Segundo estudo orçamentário dos alunos, o gasto médio com cada cadeira de rodas é de R$ 5.000, enquanto a colocação das placas solares custaria R$ 8.000, além dos materiais para a construção da base das placas, os quais somam R$ 2.000. Demais gastos completariam os R$ 3.000 restantes.

A instituição atende atualmente a 36 idosos, sendo 24 mulheres e 12 homens que viviam em situação de violência, maus-tratos e abandono, e não possuíam vínculos familiares. A casa existe há quase 32 anos e é mantida por doações, voluntários, eventos, contribuintes e empresas parceiras. São 35 funcionários envolvidos diretamente no cuidado aos idosos.

Camila Elias de Araújo, 34, gestora da instituição, conta que as duas cadeiras que serão entregues no segundo semestre deste ano vão beneficiar as senhoras Luzia de Almeida e Vitória Santos de Camargo, ambas com 76 anos e mobilidade reduzida. A ONG possui 18 cadeiras fixas comuns. A ação, que faz parte de projeto de extensão universitária, almeja também, dependendo da quantia arrecadada, aplicar sistema de coleta de água da chuva para diminuir gastos.

“Além das cadeiras, os alunos estão ajudando com outros projetos, redes sociais, site e procedimentos profissionais. Eles estão organizando, trazendo coisas para nossa cozinha, e vão fazer as placas de aquecimento solar, as quais diminuirão a conta de R$ 1.900 em 40%”, detalha Camila.

A redução é significativa na opinião da gestora, uma vez que o custo médio mensal de cada idoso, segundo ela, é de R$ 3.900. A Prefeitura de São Bernardo contribui, afirma Camila, com 20% das despesas mensais. “A campanha começou dia 3 de abril, hoje já estamos com R$ 2.415, 13% do total que precisamos. Nossa divulgação é em redes sociais”, conta.

Para Regina Helena Giannotti, 43, diretora acadêmica da FTT, a iniciativa retoma o caráter didático e compartilhado do conhecimento, ponto deixado de lado nos últimos anos. O projeto – que engloba alunos, corpo docente e comunidade – estimula o olhar crítico e analítico para adversidades futuras. “O conhecimento, quando adquirido, precisa ser posto a serviço da sociedade para resolver problemas dos mais simples aos mais complexos”, afirma.

Rubens Maroti Filho, 20, aluno do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas da FTT, contribuiu com a reformulação do site, que estava desatualizado e necessitava de visibilidade. “Muitas vezes, as pessoas entram em um curso para ganhar o título da profissão, mas não veem a função social. A gente tem esse valor do altruísmo, dando sem receber nada em troca.”

O desenvolvimento de plano de trabalho por parte dos alunos de Engenharia de Alimentos possibilitará melhoria no armazenamento, utilização dos produtos com eficiência e qualidade. “O projeto é maravilhoso, tenho aprendido a não somente buscar conhecimento. Estimula o emocional porque você quer ajudar. A alegria deles faz bem para todo mundo”, conta Manoel de Castro Januário, 40, aluno de Engenharia de Alimentos.

O site da ONG é http://velhinhosadelaide.org.br/ e os telefones são (11) 4123-1504 e 4123-9456. A sede fica na Rua Príncipe Humberto, 250, Vila Campestre, em São Bernardo.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Projeto social ajuda idosos em S.Bernardo

Alunos da Faculdade de Tecnologia Termomecanica buscam implementar melhorias em ONG

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, acesse com:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;