Fechar
Publicidade

Automóveis

Publicado em sexta-feira, 21 de abril de 2017 às 07:39 Histórico

Chamamento preventivo poderá ter regras específicas

Na mesma semana em que Audi e Subaru divulgaram chamamento preventivo (por problemas no software da unidade de comando do motor e nos air bags, respectivamente) envolvendo mais de 7.000 veículos, no total, a comissão de viação e transportes da Câmara dos Deputados aprovou a criação de uma subcomissão especial para debater e estabelecer a regulamentação do recall de veículos,

A autoria da proposta é do deputado federal Alexandre Valle (PR). Ele afirma que o objetivo é discutir ações para reduzir e impedir a comercialização de veículos com defeitos de fabricação, pois “muitos acidentes acontecem, pessoas estão morrendo ou sofrendo lesões graves, por causa de defeitos de fabricação. Não dá para continuar assim, até porque o alcance do recall é baixo. Grande parte dos consumidores que compram carro nem fica sabendo do chamamento preventivo, por isso, precisamos de regras definidas para restabelecer a segurança de quem adquire esse bem”, explica.

No início do mês, apenas a Toyota chamou 538 mil veículos no maior recall por air bags mortais no Brasil, após a comprovação de que em outros países mais de dez mortes já foram confirmadas devido à explosão do componente.

A subcomissão, aprovada por meio do requerimento 194/2017, tem prazo de 180 dias para realizar os trabalhos e apresentar relatório final que possa contribuir para elevar a segurança dos donos de veículos.



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC