Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 18 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Série da Globo revê vida de compositora


Mônica Santos
Da Redaçao

11/01/1999 | 19:03


A vida e a obra da compositora e maestrina carioca Francisca Edwirges Neves Gonzaga (1847-1935), que se tornou famosa especialmente após o sucesso O abre alas, de 1899, é o tema da minissérie Chiquinha Gonzaga, de Lauro César Muniz, que a Globo estréia nesta terça, às 22h30. O ator andreense Antônio Petrin está no elenco, na pele do proprietário da Confeitaria Casteloes.

Gabriela Duarte será a protagonista da primeira fase da minissérie, que mostra a vivência pessoal e intensa de Chiquinha, que se casa jovem, aos 16 anos, por imposiçao do pai, mas mantém a luta em busca do amor verdadeiro e contra as regras sociais.

A mae da atriz, Regina Duarte, entra em cena na segunda parte da minissérie - que ao todo terá 38 capítulos - para viver a compositora dos 30 aos 87 anos, quando ela se torna musicista, estréia no teatro e participa de lutas políticas. Para melhor compor a personagem, Regina chegou, inclusive, a fazer aulas de piano.

Carlos Alberto Ricceli é Joao Batista, o primeiro grande amor de Chiquinha, e as atrizes Danielle Winits e Suzana Vieira se dividem no papel de Suzette Fontain, vedete do cabaré Alcazar e rival de Chiquinha.

Também estao no elenco Odilon Wagner, Solange Couto e Marcelo Novaes, como Jacinto, o primeiro marido da compositora.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;