Fechar
Publicidade

Sábado, 7 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Vereadores de Sto.André têm 35 projetos para votar


Gislayne Jacinto
Da Redaçao

19/10/2000 | 00:39


A ordem do dia da Câmara de Santo André tem 35 itens para serem votados.

Entre os projetos incluídos na pauta está o que dispoe sobre a mudança de data da Conferência de Saúde de anual para bienal, além de alterar regras para as reunioes do Conselho Municipal de Saúde.

Outro projeto na ordem do dia é o que altera a lei que criou a Ouvidoria. Em segunda discussao entra também o que autoriza a Prefeitura a declarar de utilidade pública o Grupo de Apoio Viva à Vida, uma entidade fundada há três anos e que tem a preocupaçao de cuidar dos doentes com Aids.

Entre as matérias de destaque também estao dois projetos de autoria de vereadores. Um é de autoria de Sargento Geraldo Juliano (PMDB) proibindo a instalaçao de radares móveis em locais de difícil visibilidade e sem sinalizaçao.

O outro é de autoria do vice-líder do PT, José Montoro Filho, o Montorinho, subscrito pelos demais vereadores petistas, prevendo 50% dos recursos destinados para os desfiles de Carnaval para o Grupo A, 40% para o Grupo B e 10% para o Grupo Pleiteante. Neste ano, as escolas receberam do poder público R$ 258,7 mil, valor que deverá ser repetido no Carnaval do ano que vem.

Hoje a subvençao é rateada de forma igual, sendo que o Grupo A recebe 5% a mais que o Grupo B. O Grupo Pleiteante nao recebe nada. O dinheiro é repassado diretamente às entidades e a prestaçao de contas também é feita separadamente. Para se habilitar às subvençoes todas precisam ser habilitadas no conselho municipal de auxílio e subvençao.

Montorinho disse que hoje deverao ir à Câmara representantes de escolas de samba para conversar com os vereadores. "Temos de socializar a verba para as escolas. Hoje, as que sao pleiteantes nao têm condiçoes de apresentar um bom desfile porque nao recebem subvençao nenhuma", disse.

Expectativa - O líder do PT, Antonio Padre, disse que a expectativa é que a maioria dos vereadores estejam em plenário nesta quinta para a votaçao dos projetos.

Após as eleiçoes de 1º de outubro, alguns vereadores têm demonstrado desânimo e poucas proposituras de relevância têm sido aprovadas. Alguns parlamentares têm faltado às sessoes, prejudicando, assim, a votaçao dos projetos que precisam de dois terços - 14 votos - para serem aprovados.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Vereadores de Sto.André têm 35 projetos para votar

Gislayne Jacinto
Da Redaçao

19/10/2000 | 00:39


A ordem do dia da Câmara de Santo André tem 35 itens para serem votados.

Entre os projetos incluídos na pauta está o que dispoe sobre a mudança de data da Conferência de Saúde de anual para bienal, além de alterar regras para as reunioes do Conselho Municipal de Saúde.

Outro projeto na ordem do dia é o que altera a lei que criou a Ouvidoria. Em segunda discussao entra também o que autoriza a Prefeitura a declarar de utilidade pública o Grupo de Apoio Viva à Vida, uma entidade fundada há três anos e que tem a preocupaçao de cuidar dos doentes com Aids.

Entre as matérias de destaque também estao dois projetos de autoria de vereadores. Um é de autoria de Sargento Geraldo Juliano (PMDB) proibindo a instalaçao de radares móveis em locais de difícil visibilidade e sem sinalizaçao.

O outro é de autoria do vice-líder do PT, José Montoro Filho, o Montorinho, subscrito pelos demais vereadores petistas, prevendo 50% dos recursos destinados para os desfiles de Carnaval para o Grupo A, 40% para o Grupo B e 10% para o Grupo Pleiteante. Neste ano, as escolas receberam do poder público R$ 258,7 mil, valor que deverá ser repetido no Carnaval do ano que vem.

Hoje a subvençao é rateada de forma igual, sendo que o Grupo A recebe 5% a mais que o Grupo B. O Grupo Pleiteante nao recebe nada. O dinheiro é repassado diretamente às entidades e a prestaçao de contas também é feita separadamente. Para se habilitar às subvençoes todas precisam ser habilitadas no conselho municipal de auxílio e subvençao.

Montorinho disse que hoje deverao ir à Câmara representantes de escolas de samba para conversar com os vereadores. "Temos de socializar a verba para as escolas. Hoje, as que sao pleiteantes nao têm condiçoes de apresentar um bom desfile porque nao recebem subvençao nenhuma", disse.

Expectativa - O líder do PT, Antonio Padre, disse que a expectativa é que a maioria dos vereadores estejam em plenário nesta quinta para a votaçao dos projetos.

Após as eleiçoes de 1º de outubro, alguns vereadores têm demonstrado desânimo e poucas proposituras de relevância têm sido aprovadas. Alguns parlamentares têm faltado às sessoes, prejudicando, assim, a votaçao dos projetos que precisam de dois terços - 14 votos - para serem aprovados.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;