Fechar
Publicidade

Sábado, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Com forte neblina, pilotos rodam pouco no 1º treino livre para o GP da China



07/04/2017 | 00:55


O primeiro treino livre para o GP da China foi seriamente prejudicado pelas condições climáticas nesta manhã de sexta-feira (horário de Xangai). Uma forte neblina pairou sobre o circuito e fez com que a atividade fosse paralisada em duas oportunidades e tivesse pouco tempo de ação.

Da 1h30min prevista para o treino, os pilotos puderam ir à pista por menos de 30 minutos. Tudo isso porque o helicóptero médico, que precisa ficar à disposição dos pilotos, não podia decolar diante da falta de visibilidade causada pela intensa neblina. Com isso, nenhum deles completou mais do que oito voltas.

Foram 40 minutos de bandeira vermelha até que os pilotos finalmente fossem liberados para irem à pista. Cerca de 20 minutos depois, no entanto, uma nova interrupção foi causada pela condição climática e encerrou por definitivo a atividade. A neblina era tanta que até o aeroporto local precisou ser fechado.

Não bastasse a falta de visibilidade, a umidade na pista desencorajou os pilotos a irem para a ação. Somente 14 deles se aventuraram, e entre eles, o mais rápido foi o holandês Max Verstappen. Conhecido justamente por seu arrojo, o jovem de 19 anos não se intimidou com as condições e completou sua melhor volta em 1min50s491.

Na sequência, vieram os dois carros da Williams, mas mais de um segundo e meio atrás da Red Bull de Verstappen. O brasileiro Felipe Massa cravou o segundo melhor tempo, com 1min52s086, seguido de seu companheiro, Lance Stroll, que marcou 1min52s507. A Haas de Romain Grosjean e a Toro Rosso de Daniil Kvyat completaram as cinco primeiras colocações.

Mas o resultado do treino teve pouca importância, até porque três dos quatro principais candidatos ao título da temporada sequer foram à pista. As Ferraris de Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen e a Mercedes de Lewis Hamilton não completaram voltas cronometradas. Entre as equipes favoritas, somente Valtteri Bottas, também da Mercedes, marcou tempo. Ele foi o nono colocado, com 1min54s664.

Resta saber se as condições climáticas melhorarão a tempo da segunda sessão de treino livre para o GP da China, ainda nesta sexta-feira, às 3 horas (de Brasília). O treino classificatório está marcado para as 4 horas de sábado, enquanto a corrida acontecerá às 3 horas de domingo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;