Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Sobe número de civis mortos no Oriente Médio



21/03/2012 | 00:55


O número de civis mortos nos conflitos no Oriente Médio aumentou significativamente no ano passado, com 37 palestinos e 11 israelenses mortos em 2011, informou nesta quarta-feira um grupo de direitos humanos de Israel.

 

Em 2011, as forças de segurança israelenses mataram 115 palestinos, incluindo 37 civis, a maioria deles na Faixa de Gaza, informou o relatório anual do B'Tselem - o Centro de Informação Israelense para os Direitos Humanos nos Territórios Ocupados. No ano anterior, a entidade contou 80 vítimas palestinas, incluindo 18 civis.

 

Os 11 civis israelenses mortos no ano passado mais que dobraram em relação às 5 baixas assinaladas em 2010, juntamente com três integrantes das forças de segurança, e incluiu um casal e seus três filhos, assassinados em março de 2011, em um assentamento judaico na Cisjordânia.

 

"Este é o 45º ano do início da ocupação israelense... O que supúnhamos ser uma situação temporária, instalou-se firmemente na região e não conseguimos ver um fim para isso", disse o B'Tselem em seu relatório.

 

"Abusos dos direitos humanos são inerentes a qualquer ocupação militar e a duração da ocupação israelense só pode exacerbar isso", disse a líder da entidade, Jessica Montell.

 

Israel anexou a Cisjordânia, as Colinas de Golã, parte oeste de Jerusalém e a Faixa de Gaza no final da Guerra dos Seis Dias, em 1967. O Estado judeu se retirou da Faixa de Gaza em 2005. As informações são da Dow Jones.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sobe número de civis mortos no Oriente Médio


21/03/2012 | 00:55


O número de civis mortos nos conflitos no Oriente Médio aumentou significativamente no ano passado, com 37 palestinos e 11 israelenses mortos em 2011, informou nesta quarta-feira um grupo de direitos humanos de Israel.

 

Em 2011, as forças de segurança israelenses mataram 115 palestinos, incluindo 37 civis, a maioria deles na Faixa de Gaza, informou o relatório anual do B'Tselem - o Centro de Informação Israelense para os Direitos Humanos nos Territórios Ocupados. No ano anterior, a entidade contou 80 vítimas palestinas, incluindo 18 civis.

 

Os 11 civis israelenses mortos no ano passado mais que dobraram em relação às 5 baixas assinaladas em 2010, juntamente com três integrantes das forças de segurança, e incluiu um casal e seus três filhos, assassinados em março de 2011, em um assentamento judaico na Cisjordânia.

 

"Este é o 45º ano do início da ocupação israelense... O que supúnhamos ser uma situação temporária, instalou-se firmemente na região e não conseguimos ver um fim para isso", disse o B'Tselem em seu relatório.

 

"Abusos dos direitos humanos são inerentes a qualquer ocupação militar e a duração da ocupação israelense só pode exacerbar isso", disse a líder da entidade, Jessica Montell.

 

Israel anexou a Cisjordânia, as Colinas de Golã, parte oeste de Jerusalém e a Faixa de Gaza no final da Guerra dos Seis Dias, em 1967. O Estado judeu se retirou da Faixa de Gaza em 2005. As informações são da Dow Jones.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;