Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Militar promete julgamento transparente para acusado de tortura


Da AFP

10/05/2004 | 11:44


O subchefe das operações militares dos Estados Unidos no Iraque, general Mark Kimmitt, prometeu nesta segunda-feira que a corte marcial que vai julgar o soldado Jeremy Sivits pela tortura a presos iraquianos será "tão transparente quanto for possível".

Em entrevista à rede de televisão ABC, o militar ressaltou que "em nenhum momento os direitos deste jovem serão vulnerados. Ele é inocente até que se prove que é culpado".

A corte marcial contra o soldado de baixa patente acontecerá em Bagdá, no dia 19 de maio. Caso seja considerado culpado, Sivits, 24 anos, pode ser detido por um ano, expulso do exército, multado e perder dois terços do salário por até um ano.

"Este julgamento não será um show. No entanto, o acesso será permitido não apenas aos meios ocidentais, mas também aos meios árabes", acrescentou Kimmitt. "É importante que o povo do Iraque veja como é um processo justo e transparente e o sistema legal que temos".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;