Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 10 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Previsão de chuva deixa final ainda mais imprevisível



03/12/2010 | 07:08


Muitos questionamentos são feitos à qualidade dos carros e às punições polêmicas da Stock Car. Mas é inegável que a categoria possui um forte atrativo: a imprevisibilidade. Tal como ocorreu na Fórmula 1, a Stock chega à última etapa, domingo, em Curitiba, com quatro pilotos em condições de obter o título: Max Wilson (267 pontos), Cacá Bueno (261), Allam Khodair (252) e Ricardo Maurício (251). Cada um venceu duas provas durante a temporada. Aliás, em 11 corridas, houve sete vencedores.

Max e Cacá dependem apenas de si para serem campeões. Khodair e Ricardinho precisam também secar os adversários que estão à frente.

O precedente da Fórmula 1, no entanto, ainda está fresco na memória de todos, o que cria esperanças até nos que poderiam estar desalentados. É o caso de Khodair, que vive situação idêntica à de Vettel: em terceiro lugar na classificação, sem ter sido líder nenhuma vez no campeonato e a 15 pontos do líder.

Ricardo Maurício tampouco se coloca como carta fora do baralho. Líder até a etapa anterior, em Brasília, ele foi jogado para a quarta colocação por um pneu furado. Sua esperança é que a maré de azar mude de lado.

As chances para que o imponderável ocorra são grandes. Segundo a previsão do tempo, é altamente provável que chova.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Previsão de chuva deixa final ainda mais imprevisível


03/12/2010 | 07:08


Muitos questionamentos são feitos à qualidade dos carros e às punições polêmicas da Stock Car. Mas é inegável que a categoria possui um forte atrativo: a imprevisibilidade. Tal como ocorreu na Fórmula 1, a Stock chega à última etapa, domingo, em Curitiba, com quatro pilotos em condições de obter o título: Max Wilson (267 pontos), Cacá Bueno (261), Allam Khodair (252) e Ricardo Maurício (251). Cada um venceu duas provas durante a temporada. Aliás, em 11 corridas, houve sete vencedores.

Max e Cacá dependem apenas de si para serem campeões. Khodair e Ricardinho precisam também secar os adversários que estão à frente.

O precedente da Fórmula 1, no entanto, ainda está fresco na memória de todos, o que cria esperanças até nos que poderiam estar desalentados. É o caso de Khodair, que vive situação idêntica à de Vettel: em terceiro lugar na classificação, sem ter sido líder nenhuma vez no campeonato e a 15 pontos do líder.

Ricardo Maurício tampouco se coloca como carta fora do baralho. Líder até a etapa anterior, em Brasília, ele foi jogado para a quarta colocação por um pneu furado. Sua esperança é que a maré de azar mude de lado.

As chances para que o imponderável ocorra são grandes. Segundo a previsão do tempo, é altamente provável que chova.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;