Fechar
Publicidade

Sábado, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Papa já respira sem a ajuda de aparelhos


Do Diário OnLine
Com Agências

25/02/2005 | 13:30


O papa João Paulo II, que foi submetido a uma traqueostomia na quinta-feira, passa bem e já respira sem a ajuda de aparelhos. De acordo com o porta-voz do Vaticano, Joaquín Navarro Valls, ele teve uma noite tranqüila e fez a primeira alimentação normalmente na manhã desta sexta-feira.

Valls informou ainda que a traqueostomia foi eletiva, ou seja, não foi uma intervenção realizada de emergência. A cirurgia foi decidida pela equipe médica da clínica Gemelli, em Roma, para facilitar a respiração de João Paulo II, por conta de um estreitamento na laringe. Nenhuma infecção nos pulmões foi detectada e as condições cardiovasculares se mantêm boas.

O papa deu entrada no hospital na manhã de quinta-feira, após sofrer duas crises respiratórias. No início do mês, ele ficou internado por dez dias na mesma clínica por conta das complicações decorrentes de uma forte gripe.

Como os médicos o proibiram de falar, João Paulo II usa um caderno e uma caneta para se comunicar. Na noite de quinta-feira, após a operação, ele escreveu a frase "porém eu sou totus tuus (todo teu)", pedindo a benção à Virgem, de acordo com o porta-voz.

Apesar do otimismo do Vaticano, médicos e especialistas consideram que as condições de saúde do papa continuam bastante delicadas e que a traqueostomia apresenta riscos, sobretudo para um paciente de 84 anos, que sofre do mal de Parkinson há 13 anos.

"O mal de Parkinson não só expõe, mas predispõe às infecções das vias respiratórias superiores. A gripe é a principal causa de morte desses pacientes", declarou ao jornal La Stampa o professor Bruno Bergamasco, diretor do Departamento de Neurologia de Turim, ao qual está vinculado o centro regional de Parkinson.

"Nos últimos tempos, o papa foi vítima de uma rápida aceleração de todos os transtornos vinculados a esta doença", destacou o especialista. Bergamasco disse que a nova hospitalização de João Paulo II "é a demonstração de que seu sistema imunológico já não pode combater as infecções".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;