Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 3 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Previ é o 25º maior fundo de pensão



22/10/2010 | 07:25


Com participação acionária nas principais companhias brasileiras, o fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil, Previ, ocupa o 25ª lugar no ranking dos 300 maiores fundos de pensão do mundo. A classificação é da publicação norte-americana Pensions & Investments, especialista em previdência complementar. Entre 2008 e 2009, a entidade subiu 20 posições e garantiu a melhor posição desde o início da pesquisa, em 1989.

O diretor de investimento da Previ, Renê Sanda, credita o bom desempenho da fundação a recuperação mais rápida do Brasil à crise internacional que castigou os mercados de capitais do mundo. Ao contrário da maioria dos fundos, que não conseguiu voltar a níveis pré-crise em 2009, a Previ elevou seu patrimônio em 62,50% entre 2008 e 2009, passando de US$ 50,3 bilhões para US$ 81,74 bilhões.

A cifra supera os US$ 77,6 bilhões apurados em 2007, antes da crise abalar a confiança dos investidores na solidez do sistema financeiro internacional. Na época, a Previ ocupava o 34º lugar no ranking.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Previ é o 25º maior fundo de pensão


22/10/2010 | 07:25


Com participação acionária nas principais companhias brasileiras, o fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil, Previ, ocupa o 25ª lugar no ranking dos 300 maiores fundos de pensão do mundo. A classificação é da publicação norte-americana Pensions & Investments, especialista em previdência complementar. Entre 2008 e 2009, a entidade subiu 20 posições e garantiu a melhor posição desde o início da pesquisa, em 1989.

O diretor de investimento da Previ, Renê Sanda, credita o bom desempenho da fundação a recuperação mais rápida do Brasil à crise internacional que castigou os mercados de capitais do mundo. Ao contrário da maioria dos fundos, que não conseguiu voltar a níveis pré-crise em 2009, a Previ elevou seu patrimônio em 62,50% entre 2008 e 2009, passando de US$ 50,3 bilhões para US$ 81,74 bilhões.

A cifra supera os US$ 77,6 bilhões apurados em 2007, antes da crise abalar a confiança dos investidores na solidez do sistema financeiro internacional. Na época, a Previ ocupava o 34º lugar no ranking.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;