Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Nero não incendiou Roma, diz estudo alemão


Do Diário OnLine

10/12/2001 | 11:26


Um estudo da Universidade de Konstanaz, na Alemanha, aponta que Nero (37-68d.C) não incendiou Roma. As chamas que destruíram a cidade teriam sido causadas por sabotadores cristãos e judeus, que sonhavam com a queda do império.

O autor do estudo, Gehard Baudy, diz que na época, panfletos que prediziam o iminente final do mundo e a vinda do Messias chegaram às mãos de cristão e judeus de Roma, que entenderam a mensagem como um convite à insurreição. Segundo ele, o incêndio teria sido um acidente, causado por medo das expectativas que despertavam a profecia.

A nova teoria contrasta com outros especialistas que defendem que o incêndio foi causado por altas temperaturas estivais e fortes ventos. Outros acreditam que Nero era um pirômaníaco, que destruiu a cidade para construí-la de sua forma.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;