Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Brasileiros dão alegria à Geórgia no vôlei de praia


Da AFP

18/08/2008 | 05:05


Os brasileiros naturalizados georgianos Renato Gomes e Jorge Terceiro, classificaram a Geórgia para sua primeira semifinal no vôlei de praia olímpico, proporcionando um momento de alegria para a antiga república soviética envolvida em um sangrento conflito com a Rússia.

A dupla georgiana-brasileira derrotou os holandeses Reinder Nummerdor e Richard Schuil, melhor classificados que eles no ranking mundial, em dois sets, com um duplo 21/19.

Ao conseguir a vitória, Jorge, numa explosão de alegria, saltou em direção à arquibancada, mais precisamente onde estão os mastros com as bandeiras dos países participantes, ficou debaixo da bandeira georgiana e soltou um grito de alegria, que foi acompanhado pela torcida.

"No primeiro set, quando perdíamos por 9 a 12, olhei para bandeira nacional (da Geórgia). Isso me deu forças", disse.

"Muita gente me contou como era participar dos Jogos Olímpicos, mas, quando se está aqui, vivendo isto, se conhece essa realidade. Estou tendo muitas lições em cada partida que jogo", acrescentou.

Para conseguir uma vaga na final, os brasileiro-georgianos terão de derrotar na próxima quarta-feira os americanos Todd Rogers e Phil Dalhausser, apontados como favoritos à medalha de ouro.

Renatão e Jorge jogam pela Geórgia desde que o presidente do país, Mikhail Saakashvili, cuja esposa foi jogadora de vôlei, concedeu a cidadania georgiana.

Em homenagem ao novo país, Renatão adotou o nome Geor e Jorge, Gia, durante os Jogos Olímpicos de Pequim. A Geórgia conta também com duas brasileiras em sua equipe de vôlei de praia - Andrezza Chagas e Cristine Santanna -, que asseguram que não há nada de falso em sua lealdade à Geórgia.

"Eu me sinto georgiana. Estamos aqui por isso", disse Cristine.

A Rússia deve começar a retirar suas tropas da Geórgia nesta segunda-feira, depois de ter concluído um acordo de cessar-fogo após cinco dias de conflito, provocado pela ofensiva militar georgiana contra a separatista e pró-russa Ossétia do Sul.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Brasileiros dão alegria à Geórgia no vôlei de praia

Da AFP

18/08/2008 | 05:05


Os brasileiros naturalizados georgianos Renato Gomes e Jorge Terceiro, classificaram a Geórgia para sua primeira semifinal no vôlei de praia olímpico, proporcionando um momento de alegria para a antiga república soviética envolvida em um sangrento conflito com a Rússia.

A dupla georgiana-brasileira derrotou os holandeses Reinder Nummerdor e Richard Schuil, melhor classificados que eles no ranking mundial, em dois sets, com um duplo 21/19.

Ao conseguir a vitória, Jorge, numa explosão de alegria, saltou em direção à arquibancada, mais precisamente onde estão os mastros com as bandeiras dos países participantes, ficou debaixo da bandeira georgiana e soltou um grito de alegria, que foi acompanhado pela torcida.

"No primeiro set, quando perdíamos por 9 a 12, olhei para bandeira nacional (da Geórgia). Isso me deu forças", disse.

"Muita gente me contou como era participar dos Jogos Olímpicos, mas, quando se está aqui, vivendo isto, se conhece essa realidade. Estou tendo muitas lições em cada partida que jogo", acrescentou.

Para conseguir uma vaga na final, os brasileiro-georgianos terão de derrotar na próxima quarta-feira os americanos Todd Rogers e Phil Dalhausser, apontados como favoritos à medalha de ouro.

Renatão e Jorge jogam pela Geórgia desde que o presidente do país, Mikhail Saakashvili, cuja esposa foi jogadora de vôlei, concedeu a cidadania georgiana.

Em homenagem ao novo país, Renatão adotou o nome Geor e Jorge, Gia, durante os Jogos Olímpicos de Pequim. A Geórgia conta também com duas brasileiras em sua equipe de vôlei de praia - Andrezza Chagas e Cristine Santanna -, que asseguram que não há nada de falso em sua lealdade à Geórgia.

"Eu me sinto georgiana. Estamos aqui por isso", disse Cristine.

A Rússia deve começar a retirar suas tropas da Geórgia nesta segunda-feira, depois de ter concluído um acordo de cessar-fogo após cinco dias de conflito, provocado pela ofensiva militar georgiana contra a separatista e pró-russa Ossétia do Sul.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;