Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Calabi: privatizaçao do setor de saneamento vai maximizar investimento


Do Diário do Grande ABC

08/12/1999 | 11:04


O presidente do BNDES, Andrea Calabi, afirmou há pouco que o processo de privatizaçao do setor de saneamento básico deve "mudar um pouco o caráter" do processo de desestatizaçoes, buscando, em vez da maximizaçao dos recursos obtidos na venda, a maximizaçao dos investimentos nessas empresas após suas vendas, devido a sua importância social. Calabi afirmou também que a pulverizaçao das açoes que o banco detém em companhias já privatizadas, como Vale do Rio Doce e Petrobras, tem como um de seus objetivos o fortalecimento do mercado de capitais. A pulverizaçao dessas açoes está prevista para o primeiro semestre de 2000.

A execuçao do Plano Plurianual (PPA) também vai influenciar a atuaçao do BNDES no próximo ano, afirmou Calabi. O presidente do banco afirmou que o Avança Brasil servirá como um "mapa" na orientaçao dos financiamentos a serem liberados pelas instituiçoes no país.

Segundo Calabi, a Bahia, Pernambuco e Espírito Santo sao Estados ondem poderiam ser iniciados os processos de privatizaçao das empresas de saneamento básico. Nesses Estados, segundo ele, nao há a divergência sobre quem detém o poder concedente do serviço - o estado ou o município - como ocorre em outros locais do país. Calabi explicou, no entanto, que o início do processo de privatizaçao ainda depende de outros estudos que estao sendo feitos, como o do modelo de financiamento dos investimentos.

Calabi está, neste momento, participando do lançamento do projeto de normatizaçao dométodo "Mae Canguru", de tratamento de bebês prematuros, realizado pelo Ministério da Saúde. O projeto é um dos financiados pela área social do BNDES. Ele lembrou que, nos últimos cinco anos, o volume de financiamentos do banco na área social, pulou de R$ 200 milhoes para R$ 2 bilhoes - 96% dos quais via regras normais de liberaçao de empréstimos.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;