Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Azulão vence e volta à ponta

Del Rodrigues/Gazeta de Piracicaba  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

São Caetano chegou a ter triunfo por 3 a 2 sobre
o XV ameaçado, mas soube se fechar no Interior


Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

18/03/2017 | 07:00


Com alguns solavancos, o São Caetano reassumiu a liderança da Série A-2 do Paulista. Ontem, o Azulão sofreu alguns sustos, mas mostrou por que é um dos cotados ao acesso e venceu o XV de Piracicaba por 3 a 2 no Interior, pela 11ª rodada. Agora, o time da região tem 22 pontos e pega o Mogi Mirim, às 20h de terça-feira, no Anacleto Campanella.

Mal deu tempo de as equipes se situarem em campo e o São Caetano já vencia. Logo no segundo minuto, Carlão recebeu de Ermínio na área e, com frieza, tirou de Veloso – 1 a 0.

Além de dar tranquilidade, o início fulminante provou que o técnico Luís Carlos Martins acertou na decisão de barrar o atacante Lincom para utilizar Carlão como centroavante. O treinador também deixou o meia Francisco Alex no banco em favor de Paulinho Santos, que ajudava Paulo Vinícius na criação.

O resultado trouxe serenidade ao time azulino, que passou a jogar como gosta – no contra-ataque. E foi assim que nasceu o segundo gol. Aos 26, Ermínio tabelou com Carlão, recebeu na frente e só teve o trabalho de jogar por baixo do goleiro quinzista: 2 a 0.

Sem padrão de jogo, o Nhô Quim não conseguia ameaçar a meta de Lucas Frigeri. O lance de maior perigo ocorreu em chute de fora da área de Romarinho, que fez o arqueiro voar.

As vaias da torcida alvinegra aos jogadores no intervalo não ajudaram em nada o XV. Na volta para a segunda etapa, o Azulão manteve o ritmo forte, enquanto os donos da casa não conseguiam jogar.

Mas Carlão, Ermínio e Paulinho Santos perderam grandes oportunidades e reacenderam a chama da esperança no rival.

Com 18, Gilsinho recebeu na intermediária, limpou a zaga e bateu firme para descontar para o Nhô Quim e trazer a torcida de volta para o confronto.

Carlão tratou de jogar um balde de água fria no XV aos 27, quando subiu mais que a zaga e ampliou para 3 a 1.

Mas, quando o jogo parecia morto, o Nhô Quim renasceu novamente. Com 29, Gilsinho dominou na área e não perdoou – 3 a 2.

Na reta final, o XV pressionou e se lançou ao ataque, mas o São Caetano fechou a casinha e segurou a importante vitória fora de casa.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;