Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Prometido para ontem, abono de servidores de São Caetano não é depositado

Ex-prefeito Paulo Pinheiro havia dito que dinheiro cairia na conta dos educadores ontem, o que não aconteceu


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

03/01/2017 | 07:00


Mais uma vez os professores da Prefeitura de São Caetano não viram depositado o abono salarial. O benefício era para ter sido quitado na semana passada, mas a antiga administração, de Paulo Pinheiro (PMDB), não conseguiu repassar o valor por problemas de fluxo de caixa. A promessa do peemedebista, antes de deixar o Palácio da Cerâmica, era programar o pagamento para ontem, o que não ocorreu.

O governo anterior contou com aporte da repatriação de recursos do Exterior – dinheiro esse encaminhado pela União – para honrar o compromisso. Foram R$ 3,6 milhões destinados a São Caetano e que seriam utilizados para quitação do abono.

Ontem, alguns educadores ouvidos pelo Diário relataram que o dinheiro não foi depositado como prometido. Há um movimento para cobrar do atual prefeito, José Auricchio Júnior (PSDB), solução para o problema.

Os professores alegam que duas parcelas do abono salarial não foram devidamente repassadas. O governo Pinheiro afirmou que apenas uma fatia estava em atraso. Ao todo, cerca de 4.000 funcionários das secretarias de Educação e de Esportes recebem o subsídio, que varia de R$ 750 a R$ 1.000, de acordo com a ocupação, hierarquia do servidor e produtividade. No ano, a Prefeitura desembolsa aproximadamente R$ 20 milhões com o benefício.

No dia da posse, Auricchio avisou que encontraria uma Prefeitura às escuras, reclamando da falta de transição por parte do antecessor. O tucano não sabia, por exemplo, o volume de dívida nem quantidade de cargos em comissão. Pinheiro assegura que entregou o Palácio da Cerâmica com dinheiro em caixa para honrar os restos a pagar. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;