Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Neílton reúne amigos para festa na chuva em Diadema

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Jogo iniciou juntamente com a forte chuva,
que por minutos esvaziou as arquibancadas


Dérek Bittencourt

21/12/2016 | 07:00


 O Estádio Inamar, em Diadema, foi palco de grande festa na tarde de ontem. A chuva foi apenas um convidado extra, que pouco atrapalhou o espetáculo. Em princípio, afastou a torcida, que retornou conforme a intensidade dos pingos diminuiu. E principalmente porque a drenagem aguentou bem o temporal – com direito a granizo – que assolou o Grande ABC e permitiu que a partida acontecesse. Foi neste cenário que o diademense Neílton, que neste ano defendeu o Botafogo, reuniu colegas como Sidão, Victor Luís, Leandro Damião, Rodrigo Lindoso e Sassá para enfrentar amigos do Água Santa, com Dinei e Anderson Lima em campo, e venceu por 5 a 3.

O placar foi o menos importante, afinal cada torcedor que compareceu e também os jogadores participantes levaram quilos de alimentos para serem doados a instituições de caridade da cidade.

O jogo iniciou juntamente com a forte chuva, que por minutos esvaziou as arquibancadas do Inamar. Mas a torcida retornou a tempo de assistir a golaço de Neílton, do meio de campo, o terceiro do seu time, que foi ao intervalo vencendo por 3 a 0. Antes da interrupção, o goleiro Sidão, recém-contratado pelo São Paulo, se arriscou em cobrança de falta que gerou grande expectativa, afinal será comandado por Rogério Ceni em 2017. Ele bateu e... isolou!

Na segunda etapa, os amigos do Água Santa reagiram, mas a equipe do organizador venceu. “É um jogo para paz e alegria, para arrecadar alimentos. E que seja o primeiro de muitos”, destacou Neílton, que exaltou o Inamar. “Esse campo lembro que era um barrão. Vinha jogar quando nem chuteira tinha. E hoje cresceu, virou o que é, o Água Santa fazendo excelentes campanhas e fico feliz com isso”, ressaltou.

“O campo está bem cuidado e o Água Santa está de parabéns pelo que vem fazendo no futebol paulista”, disse o goleiro Sidão. “Sou fominha, gosto de jogar, estar com os amigos e ajudar quem precisa ter um fim de ano bom, com alguma coisa para comer. Nós, jogadores, não temos de ter preguiça de participar desses eventos, porque ajudam muitas pessoas”, completou Marcos Assunção.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;