Fechar
Publicidade

Domingo, 25 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

dmais@dgabc.com.br | 4435-8396

Uniforme evoluiu


Marcela Munhoz
Do Diário do Grande ABC

01/05/2011 | 07:01


Como o nome diz, uniforme é para uniformizar, deixar com a mesma aparência. "Ajuda na execução de tarefas. Quem o usa pertence a um grupo", explica Patricia Sant'Anna, pesquisadora de moda da Unicamp e professora de História da Arte e Moda da Anhembi Morumbi.

A ideia surgiu durante as antigas guerras, em que cada exército vestia uma determinada roupa para não ser confundido com os inimigos. Depois passou para as escolas. "A vestimenta foi instituída pela primeira vez no Rio de Janeiro, capital do Império, no Colégio Pedro II, em 1850, e mais parecia fardamento", conta Claudia Schemes, do Grupo de Pesquisa Cultura e Memória da Comunidade Universidade Feevale.

Nos primeiros anos, eram roupas bem fechadas tanto para meninos quanto para meninas, já que representavam os costumes da época. No início do século 20, as alunas da Escola Normal do Mackenzie, em São Paulo, por exemplo, se vestiam como damas. O uniforme de gala da turma de 1950 dos meninos do Liceu Coração de Jesus, em São Paulo, eram fardas.

Aos poucos, a roupa foi ganhando características próprias, dependendo da região, modo de ensino e cultura. Por isso, para Claudia Schemes, o uniforme sempre vai existir. "A escola está atenta às transformações da sociedade e vem se adaptando aos tempos modernos, deixando as roupas cada vez mais confortáveis e práticas."

 

MARINHEIRAS

Se você gosta de cultura japonesa já deve ter reparado que há muitas colegiais com o mesmo tipo de uniforme (uma das personagens é Sailor Moon). O figurino não é por acaso. No Japão, o uniforme ou sailor fuku (seeraa fuku), é mais do que uma roupa e virou ícone da cultura pop. É formado por saias pregueadas e blusinha de estilo ‘marinheiro' para as garotas, e um conjunto de calça e camisa de gola alta para os rapazes. Acredita-se que esse modelo tenha aparecido em 1920 em uma escola para mulheres em Fukuoka. A vestimenta era modelada como o uniforme usado pela marinha britânica.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Uniforme evoluiu

Marcela Munhoz
Do Diário do Grande ABC

01/05/2011 | 07:01


Como o nome diz, uniforme é para uniformizar, deixar com a mesma aparência. "Ajuda na execução de tarefas. Quem o usa pertence a um grupo", explica Patricia Sant'Anna, pesquisadora de moda da Unicamp e professora de História da Arte e Moda da Anhembi Morumbi.

A ideia surgiu durante as antigas guerras, em que cada exército vestia uma determinada roupa para não ser confundido com os inimigos. Depois passou para as escolas. "A vestimenta foi instituída pela primeira vez no Rio de Janeiro, capital do Império, no Colégio Pedro II, em 1850, e mais parecia fardamento", conta Claudia Schemes, do Grupo de Pesquisa Cultura e Memória da Comunidade Universidade Feevale.

Nos primeiros anos, eram roupas bem fechadas tanto para meninos quanto para meninas, já que representavam os costumes da época. No início do século 20, as alunas da Escola Normal do Mackenzie, em São Paulo, por exemplo, se vestiam como damas. O uniforme de gala da turma de 1950 dos meninos do Liceu Coração de Jesus, em São Paulo, eram fardas.

Aos poucos, a roupa foi ganhando características próprias, dependendo da região, modo de ensino e cultura. Por isso, para Claudia Schemes, o uniforme sempre vai existir. "A escola está atenta às transformações da sociedade e vem se adaptando aos tempos modernos, deixando as roupas cada vez mais confortáveis e práticas."

 

MARINHEIRAS

Se você gosta de cultura japonesa já deve ter reparado que há muitas colegiais com o mesmo tipo de uniforme (uma das personagens é Sailor Moon). O figurino não é por acaso. No Japão, o uniforme ou sailor fuku (seeraa fuku), é mais do que uma roupa e virou ícone da cultura pop. É formado por saias pregueadas e blusinha de estilo ‘marinheiro' para as garotas, e um conjunto de calça e camisa de gola alta para os rapazes. Acredita-se que esse modelo tenha aparecido em 1920 em uma escola para mulheres em Fukuoka. A vestimenta era modelada como o uniforme usado pela marinha britânica.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;