Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

GM demite 200 funcionários na unidade de São Caetano

Corte foi estimulado por Programa de Demissões Voluntárias da companhia


Vinicius Gorczeski
Especial para o Diário

05/11/2011 | 07:07


No dia 9, ao menos 200 trabalhadores do setor administrativo da General Motors, em São Caetano, vão perder o emprego. É o que afirma o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Caetano, Aparecido Inácio da Silva, o Cidão. O corte foi estimulado por Programa de Demissões Voluntárias da companhia, deflagrada pela montadora em todo o País no dia 18 de outubro, a fim de que todas as unidades deveriam empenhar cortes nas áreas administrativas (apenas a planta do Vale do Paraíba estimulou o enxugamento de operários da produção).

Até então, Cidão previa que menos de dez funcionários tinham se antecipado ao plano e já haviam pedido a saída. O intuito é cortar 100 postos na manhã do dia 9 e mais 100 à noite.

Cidão afirmou ser impossível brigar pela manutenção das vagas porque se trata de projeto de estímulos. O corte, segundo o dirigente, encerrará os postos, não havendo reposição da mão de obra. "O máximo que poderíamos fazer era brigar para que não houvesse corte, mas nesse caso não adianta nada", frisa.

É impossível saber o número oficial porque nem sindicato nem a GM contabilizam os números de homologações. Procurada pela equipe do Diário para explicar o assunto, a GM frisou que "não comenta e nem vai fazer balanço das demissões, já que se tratam de ajustes internos". Também não quiseram informar quais foram as contrapartidas oferecidas aos trabalhadores mensalistas, como são chamados os ingressos no PDV da área administrativa, para deixarem a companhia, sob argumento de que são informações internas.

O Diário apurou que o PDV funciona da seguinte forma: trabalhadores receberão, além do pagamento de aviso prévio, entre um e cinco salários a mais - só receberá o teto quem trabalhou mais do que 26 anos na montadora. Não será concedido mais nenhum benefício, à exceção de aposentados da fábrica, que terão, além disso, mais dois salários.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;