Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 14 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Uma são-bernardense: a primeira prefeita do Estado

Spasia Albertina foi eleita vereadora em 1936 e, pelas regras constitucionais da época, tornou-se prefeita por vias indiretas, eleita pelos seus pares vereadores


Ademir Médici

01/11/2016 | 07:07


Neste tempo de eleições municipais, uma descoberta para a memória do Grande ABC: uma mulher nascida em São Bernardo no século 19, e que viveu em Ribeirão Pires no século 20, tornou-se a segunda prefeita eleita do Brasil e a primeira do Estado de São Paulo.

Spasia Albertina Bechelli Cecchi foi prefeita de Itanhaém, no Litoral paulista, entre 1936 e 1937, no período chamado de “Reconstitucionalização” do País – entre a primeira fase Getúlio Vargas e o Estado Novo.

A são-bernardense Spasia Albertina foi eleita vereadora em 1936 e, pelas regras constitucionais da época, tornou-se prefeita por vias indiretas, eleita pelos seus pares vereadores. Neste mesmo período, no Grande ABC, foi prefeito o médico Felício Laurito, de Ribeirão Pires.

MEMÓRIA CONSTRUÍDA
Fulvio Bechelli e Ernesto Bechelli, primos, cultuam a memória da prefeita Spasia Albertina, prima dos seus pais. Fulvio cresceu guardando a informação de que uma antiga Bechelli havia sido prefeita em Itanhaém. Recentemente, em contato com o primo Ernesto, recebeu uma série de informações confirmando e detalhando esta informação.

A Prefeitura de Itanhaém pesquisou a respeito, por meio do Departamento de Comunicação Social da Secretaria de Governo. Dados oficiais e da imprensa da época foram levantados, alicerçados em informações do acervo do próprio Ernesto Bechelli. Uma história bem detalhada passa a ser divulgada.

UMA MULHER NA POLÍTICA
Em viagem pela Itália, Spasia conheceu Mansueto Cecchi. Casaram-se. Viveram juntos pelo resto de suas vidas. Nunca tiveram filhos.

O casal viveu na região central de São Bernardo. Num segundo momento mudou para Ribeirão Pires. Na sequência, para Itanhaém.

Não há uma data precisa de quando Spasia e seu marido, o italiano Mansueto Cecchi, se mudaram de Ribeirão Pires para Itanhaém. Mansueto fazia a exploração de caxeta, um tipo de madeira leve que na época era muito utilizada para a fabricação de tamancos e carvão vegetal.

Informações verbais demonstram que Mansueto Cecchi tinha influência política em Itanhaém. Fez a mulher (por ser ela brasileira) prefeita, e não ele mesmo, por ser italiano. Ostentou o título de comendador.

Durante a Segunda Guerra Mundial, Mansueto e Spasia retornam a Ribeirão Pires – estrangeiros não podiam residir no Litoral. Mansueto possuiu armazém na cidade e trabalhou com construção civil. Abriu loteamentos como a Vila Albertina, em homenagem à mulher.

Em Santo André loteou as partes 1 e 2 da Vila Progresso, entre outros loteamentos, e dois conjuntos residenciais com o seu nome, no Centro e no bairro Santa Terezinha.

Mansueto Cecchi também loteou o Jardim Brasil e a Vila Bruna na Capital.

LINHA DO TEMPO
29-12-1899 – Spasia Albertina Bechelli Cecchi nasce em São Bernardo, filha de Lorenzo Bechelli e Maria Bechelli.
23-5-1936 – Eleita prefeita de Itanhaém. Obras que realizou: reurbanização da praça central da cidade, que ganhou nova arborização; investimentos no abastecimento de água, Educação e Habitação.
26-10-1937 – Deixa o cargo, quando da ditadura do Estado Novo.
1964 – Spasia falece na Itália, durante uma viagem.
1970 – Mansueto também falece na Itália, numa outra viagem. Ambos estão sepultados no Cemitério de Chiozza, Comune de Castiglione de Garfagnana, Província de Lucca, na Região da Toscana.

NOTA HISTÓRICA
A primeira mulher a assumir o governo de uma cidade no Brasil, e na América Latina, foi Luísa Alzira Teixeira Soriano, da cidade de Lajes, Rio Grande do Norte, eleita em 1928 e empossada em 1929, para cair com a Revolução de Getúlio em 1930.

Diário há 30 anos
Sábado, 1º de novembro de 1986 – ano 29, edição 6279
Manchete – Diadema aprova a municipalização dos transportes; votação em turno final na Câmara: 13 votos a favor, um contrário e uma abstenção.
Política – Imes/São Caetano encerra ciclo sobre a Constituinte, reunindo os seguintes candidatos à Câmara Federal: Benedito Marcilio, José Ortiz, Luiz Carlos Grecco, Jair Cruz e Camilo Matos.
Último Fusca – O encanador Reginaldo Vitorino Gomes entra para a história da indústria automobilística. Foi ele o ganhador do último fusca fabricado no Brasil, sorteado pela Volkswagen entre seus funcionários. A fabricação foi encerrada, depois de 27 anos.

Em 1º de novembro de...
1916 – José Maria de Figueiredo publica anúncio nos jornais de São Paulo informando que toda correspondência a ele endereçada deve ser enviada para a Estação de Rio Grande (São Paulo Railway), hoje Rio Grande da Serra, onde tem sua residência.
A guerra. Do noticiário do Estadão: avanço russo na Wolhynia, na Galícia Oriental, hoje Ucrânia.
1976 – A Prefeitura de São Bernardo anuncia a criação de um banco de dados objetivando tornar o planejamento urbano mais racional. A iniciativa faz parte da primeira experiência do Siplem (Sistema de Informações para o Planejamento Metropolitano).

Santos do dia
Todos os santos. Esta é uma data dedicada à celebração e homenagem de todos os santos e mártires das igrejas cristãs. O Dia de Todos os Santos é reconhecido pelos católicos, ortodoxos, anglicanos e luteranos.
Licínio
Tiago da Pérsia
Maria, escrava

Município paulista
Aniversariam hoje: Itatiba e Taciba.
Itatiba. Criado em 1857, quando se separa de Jundiaí. Na língua tupi, Itatiba quer dizer “muita pedra”. Sua maior riqueza era o café. Nos anos 1960 começou a instalação das indústrias ligadas ao ramo moveleiro, com produção dos móveis coloniais. Slogan: Capital Brasileira do Móvel Colonial.
Taciba. Criado 1954, quando se separa de Regente Feijó.

Municípios brasileiros
Hoje é aniversário de Piên, no Paraná. Elevado a município em 1961, quando se separa de Rio Negro. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;