Fechar
Publicidade

Domingo, 16 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Paulo Serra diz que iluminar o Bruno Daniel é prioridade


Anderson Fattori

01/11/2016 | 07:00


Eleito domingo prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB) garantiu que a Prefeitura tem recursos para instalar de imediato a iluminação no Bruno Daniel. Ex-secretário de Mobilidade Urbana, Obras e Serviços Públicos, o novo chefe do Executivo acredita que pode utilizar recursos do fundo de iluminação pública para resolver a situação, que pode até eliminar o Ramalhão do Campeonato Paulista por ser item obrigatório no regulamento da competição.

“Me comprometi e vamos fazer o possível, antes de janeiro, para que o Santo André não fique de fora. O mais difícil o time fez, que foi ir para a Primeira Divisão, então ficar de fora por causa de torre de iluminação não dá”, comentou Paulo.

A ideia do novo prefeito é colocar o assunto em pauta no trabalho de transição que fará entre a atual gestão e a sua, que começa segunda-feira. “Esse assunto vai fazer parte da transição, sem dúvida nenhuma. Vamos tentar fazer planejamento conjunto, na transição, questionar: ‘Vocês vão começar para a gente terminar?’ Pelas informação que tenho, o fundo de iluminação pública tem o recurso disponível e deveria ser utilizado porque é um equipamento público municipal. Na época que eu saí (da secretaria) tinham cerca de R$ 12 milhões e agora tem algo em torno de R$ 7 milhões”, estima Paulo.

O prefeito vai aproveitar a transição para ter acesso aos valores para a instalação das torres de iluminação. “No projeto inicial custaria R$ 3 milhões, mas não sei se foi mantido, se é o mesmo projeto... Vamos avaliar tudo a partir da semana que vem, na transição”, explicou.

De qualquer forma, Paulo disse que conversou com a diretoria do Ramalhão e se prontificou a ajudar da melhor maneira. “Na campanha, a diretoria do Santo André se reuniu com os dois candidatos, com o Grana e conosco e passou essa situação da iluminação. Me comprometi a fazer de tudo para que o Santo André não fique fora do campeonato”, finalizou. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Paulo Serra diz que iluminar o Bruno Daniel é prioridade

Anderson Fattori

01/11/2016 | 07:00


Eleito domingo prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB) garantiu que a Prefeitura tem recursos para instalar de imediato a iluminação no Bruno Daniel. Ex-secretário de Mobilidade Urbana, Obras e Serviços Públicos, o novo chefe do Executivo acredita que pode utilizar recursos do fundo de iluminação pública para resolver a situação, que pode até eliminar o Ramalhão do Campeonato Paulista por ser item obrigatório no regulamento da competição.

“Me comprometi e vamos fazer o possível, antes de janeiro, para que o Santo André não fique de fora. O mais difícil o time fez, que foi ir para a Primeira Divisão, então ficar de fora por causa de torre de iluminação não dá”, comentou Paulo.

A ideia do novo prefeito é colocar o assunto em pauta no trabalho de transição que fará entre a atual gestão e a sua, que começa segunda-feira. “Esse assunto vai fazer parte da transição, sem dúvida nenhuma. Vamos tentar fazer planejamento conjunto, na transição, questionar: ‘Vocês vão começar para a gente terminar?’ Pelas informação que tenho, o fundo de iluminação pública tem o recurso disponível e deveria ser utilizado porque é um equipamento público municipal. Na época que eu saí (da secretaria) tinham cerca de R$ 12 milhões e agora tem algo em torno de R$ 7 milhões”, estima Paulo.

O prefeito vai aproveitar a transição para ter acesso aos valores para a instalação das torres de iluminação. “No projeto inicial custaria R$ 3 milhões, mas não sei se foi mantido, se é o mesmo projeto... Vamos avaliar tudo a partir da semana que vem, na transição”, explicou.

De qualquer forma, Paulo disse que conversou com a diretoria do Ramalhão e se prontificou a ajudar da melhor maneira. “Na campanha, a diretoria do Santo André se reuniu com os dois candidatos, com o Grana e conosco e passou essa situação da iluminação. Me comprometi a fazer de tudo para que o Santo André não fique fora do campeonato”, finalizou. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;